Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mostra a Tua Alma Serrana!


COM FORÇAS PARA SUBIR AO PÓDIO

por ultraserranos4605, em 29.04.19

PENELENSE - PAMPILHOSENSE

Penelense - Pampilhosense 26ªJ DH 28-04-19 1.jpg

 

26ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra
Campo de S. Jorge em Penela
Assistência: cerca de 60 espetadores
Árbitro: Pedro Nascimento
Auxiliares: Gonçalo Esteves e Pedro Silva
Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:
Kiko, Abel, Renato, Carlos Lima, Amândio, Rafa, Ronaldo, Will, Miguel Barreto (Rui Velho 45’), Ricky (Kiko Dias 88’) e Dias (Rola 64’).
Suplentes não utilizados: Seco e Luís Ramos
Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:
Cláudio Cravo, Airton (Rui 83’), Gabriel, Fábio Gomes, Yekine (Diogo Pato 77’), Isma, Vinícius (Rui Melo 69’), Wilson, Loureiro, Diogo Azevedo e Pita.
Suplentes não utilizados: João Folhas, Rodrigo e Palmeirão
Treinador: Jorge Duarte

 

Ação Disciplinar:
Amarelos: Renato 40’ (Pampilhosense); Fábio Gomes 40’ (Penelense).

 

Golos: Ricky 18’, Rola 79’ e Ronaldo (gp) 85’ (Pampilhosense); Fábio Gomes 62’ e Rui 92’ (Penelense).

Penelense - Pampilhosense 26ªJ DH 28-04-19 2.JPG

 

Depois do afastamento da Taça AFC em jogo muito intenso e disputado na quinta-feira, o Pampilhosense voltava a entrar em campo com apenas dois dias de intervalo centrando, agora, todas as atenções para o campeonato. A viagem a Penela era um difícil teste à capacidade física e mental dos serranos, perante uma equipa tranquila a tabela e que iria atuar desinibida.

Penelense - Pampilhosense 26ªJ DH 28-04-19 3.JPG

 

A equipa do Pampilhosense não esteve inspirada no primeiro tempo, o Penelense mostrou mais argumentos e, principalmente, maior frescura, o que fez com que dominasse, quase por inteiro, os primeiros 45’. Mas, curiosamente, foi o Pampilhosense a sair na frente do marcador, aos 18’, na sequência de um lançamento lateral que a defensiva local não afastou e Ricky, de cabeça, desviou para o fundo da baliza do Penelense. Perante a organização serrana o Penelense, que dominava as ações no meio campo, respondeu de meia distância e Fábio Gomes, aos 27’, rematou com estrondo à barra da baliza de Kiko. Pouco depois, aos 29’, boa triangulação pelo centro entre Isma e Vinicius com o primeiro a atirar fortíssimo, de fora da grande área, para uma excelente defesa de Kiko. Sobre o final do primeiro tempo, aos 44’, o guardião serrano volta a estar em destaque, depois de um livre lateral com Isma a aproveitar um desvio e cabecear para uma enorme defesa de Kiko. Ao intervalo os serranos venciam pela margem mínima, muito por “culpa” de duas excelentes intervenções de Kiko a manter a sua baliza inviolável.

Penelense - Pampilhosense 26ªJ DH 28-04-19 4.JPG

 

Na segunda metade o Pampilhosense surgiu com outro rosto, mas foi o Penelense a chegar ao golo, aos 62’, depois de uma excelente jogada com Fábio Gomes a surgir na cara de Kiko a concluir com êxito. Depois do desgaste de quinta-feira poderia pensar-se que o Pampilhosense não iria conseguir responder à altura, e que o Penelense iria caminhar para a reviravolta. Mas não foi isso que aconteceu, os serranos reagiram e foram em busca do único resultado que interessava para os seus objetivos: o triunfo. E aos 79’, na marcação de um livre lateral, Rola surpreende tudo e todos ao atirar direto na baliza colocando o Pampilhosense de novo na frente do marcador. Pouco depois, aos 84’, Diogo Azevedo corta a bola com o braço dentro da grande área, grande penalidade que Ronaldo, chamado a converter, não desperdiçou e sentenciou o encontro. O Penelense ainda reduziu para a diferença mínimo em período de compensação, através de uma rápida jogada de ataque com Rui a concluir.

Penelense - Pampilhosense 26ªJ DH 28-04-19 5.JPG

 

A equipa serrana deu uma excelente resposta depois do jogo da meia-final da Taça AFC. A primeira metade não foi muito bem conseguida, também por mérito do adversário, mas no segundo tempo o Pampilhosense encontrou forças para alcançar três importantes pontos na luta pelo ultimo lugar do pódio. Nota para Ricky que com o golo de ontem consegue a marca de seis jogos consecutivos a marcar com a camisola serrana!

 

Bom trabalho da equipa de arbitragem.

 

Resultados:
Naval 1893 2-2 Lagares da Beira
Juary (2) (Nav); Francisco e Romário Oliveira (LB)

 

Tocha 1-0 Eirense
Fatia

 

Académica SF 0-3 Sourense
Quaresma, Rui Miguel e Marco

 

Carapinheirense 2-3 Condeixa
Carlos Santos e Valentine (CDC); Hugo Amado e João Olavo (2) (CC)

 

Tourizense 6-1 Brasfemes
Ludovico (2), Sané (2), Jessi e Dembelé (GDT); Igor (RB)

 

Ançã FC 0-0 Vigor Mocidade

 

Penelense 2-3 Pampilhosense
Fábio Gomes e Rui (Pen); Ricky, Rola e Ronaldo (GDP)

 

Marialvas 1-2 União FC
Bita (Mar); Curica e Veigo (UFC)

 

Classificação:

Class DH 26ªJ 28-04-19.jpg

 

Próxima Jornada:
União FC 2-1 Ançã FC
Lagares da Beira – Tocha
Eirense – Académica SF
Condeixa – Naval 1893
Brasfemes – Carapinheirense
Vigor Mocidade – Penelense
Pampilhosense – Tourizense
Sourense – Marialvas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09

CUMPRIR DE SERVIÇOS MINIMOS

por ultraserranos4605, em 10.12.18

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 1.jpg

 

11ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra
Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra
Assistência: cerca de 100 espetadores
Árbitro: André Andrade
Auxiliares: André Oliveira e Leandro Silva
Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:
Kiko, Seco, Renato, Cristiano, Amândio, Rafa, Ronaldo (Rola 84’), Will (Abel 73’), Simão (Miguel Barreto 60’), Ricky e Dias.
Suplentes não utilizados: Cédric, Rui Velho, Luís Ramos e Flávio Salgado.
Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:
Samir, Diogo Azevedo, Lucas, Rui Pedro, Pita, Fábio, Pedro Penela, Yekine (Diogo Pato 59’), Palmeirão, Jorge Correia e Rui Rodrigues (Jorgito 68’).
Suplentes não utilizados: Rodrigo João e Gabriel
Treinador: Jorge Duarte

 

Ação disciplinar:
Amarelos: Ronaldo 64’ e Renato 75’ (Pampilhosense); Diogo Azevedo 9’, Rui Rodrigues 65’ e Lucas 88’ (Penelense).

 

Golos: Dias 49’ e Seco 81’

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 2.JPG

 

A equipa do Pampilhosense tentava, e queria, regressar aos triunfos depois de três nulos consecutivos. Enquanto do outro lado estava um Penelense disposto a causar surpresa em Pampilhosa da Serra e levar pontos na viagem de regresso a Penela.

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 3.JPG

 

A primeira metade foi fraca e com poucos motivos de interesse. Os serranos tiveram a iniciativa de jogo, embora de forma tímida, faltando maior velocidade e dinâmica nas ações para criar claras situações para marcar. Uma das raras exceções aconteceu aos 14’, com Seco cruzar da direita e Dias a rematar para uma defesa difícil de Samir. O desafio continuou na mesma toada e só perto do final do primeiro tempo, aos 41’, surgiu nova situação de algum perigo para o Pampilhosense, com Simão a rematar cruzado e a bola a passar perto do poste esquerdo da baliza de Samir.

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 4.JPG

 

Na segunda metade a equipa serrana surgiu no jogo a querer dar maior velocidade e dinâmica. E fruto dessa maior acutilância ofensiva o Pampilhosense vai conseguir chegar à vantagem aos 49’. Ricky trabalhou bem na direita e cruzou para Will cabecear para boa defesa de Samir mas Dias, na recarga, fez o golo de cabeça à boca da baliza! A equipa do Penelense tentou reagir, aos poucos subiu no terreno, e aos 72’ dispõe de uma excelente ocasião para empatar, com Diogo Pato a ser lançado no espaço surgindo isolado, mas, perante Kiko, não levou a melhor sobre o guardião pampilhosense. Aos 80’ os visitantes voltam a assuntar, através de um remate da meia distancia de Pita a que Kiko voltou a mostrar atenção. Mas a resposta pampilhosense aconteceu de imediato, no minuto seguinte, através de um ataque muito rápido, com Ronaldo a lançar Abel e este a servir Seco que, de chapéu, marcou e sentenciou o encontro.

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 5.JPG

 

Foi um jogo em que a equipa serrana fez por merecer o triunfo, mas foi melhor o resultado do que a exibição. Este foi um encontro que não reflete aquilo que o Pampilhosense tem feito ao longo deste campeonato, no entanto, fez o suficiente para somar os três pontos e, assim, regressar aos triunfos.

Pampilhosense - Penelense 11ªJ DH 09-12-18 6.JPG

 

O trio de arbitragem fez um bom trabalho. Apenas com um reparo já perto do final do encontro, em que perdoou um vermelho direto a Lucas resolvendo com amarelo uma agressão a Abel.

 

Resultados:
Lagares da Beira 0-1 Naval 1893
Copinho

 

Eirense 2-1 Tocha
Vadilson e Leo (UCE); Gravato (UDT)

 

Sourense 3-0 Académica SF
Mário Brito, Marco Oliveira e Rui Barreto

 

Condeixa 4-0 Carapinheirense
André Gonçalo, João Olavo, Dani Alves e Rui Pereira

 

Brasfemes 1-0 Tourizense
João Perdigão

 

Vigor Mocidade 1-1 Ançã FC
Estanqueiro (VM); Pepe (AFC)

 

Pampilhosense 2-0 Penelense
Dias e Seco

 

União FC 2-0 Marialvas
Curica (2)

 

Classificação:

Class 11ªJ DH 09-12-18.jpg

 

Próxima Jornada:
Naval 1893 – Condeixa
Tocha – Lagares da Beira
Académica SF – Eirense
Tourizense – Pampilhosense
Ançã FC – União FC
Penelense – Vigor Mocidade
Marialvas – Sourense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:24

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 1.jpg

 

17ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Campo das Lapas em Moinhos

Assistência: cerca de 50 espectadores

Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:

Kiko, Seco, Renato, Duda, Rola (Amândio 66’), Ronaldo (Miguel Barreto 63’), Rafa, Will (Ratana 71’), Ricky, Dias e Curica.

Suplentes não utilizados: Cédric, Cristiano e Abel.

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

João Pedro, Rui Costa (Telmo 71’), Isac, Fábio Gomes, Teles, Mota, Craveiro, Marco (Ducas 83’), Ruben, Igor e Pita.

Suplentes não utilizados: João e Diogo.

Treinador: Marco Ferreira

 

Acção Disciplinar:

Amarelos: Renato 68’ (Pampilhosense); Pita 60’ e Marco 75’ (Penelense).

 

Golos:

Ratana 87’ (Pampilhosense); Fábio Gomes 49’, Teles 70’ e Marco 77’ (Penelense)

 

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 2.jpg

 

A jogar em casa emprestada o Pampilhosense tentava regressar aos triunfos depois de três jogos consecutivos sem vencer. Do outro lado estava um Penelense também apostado em regressar às vitórias, e somar preciosos pontos na fuga dos lugares mais incómodos da tabela.

 

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 4.jpg

 

Esteve bem a equipa serrana durante a primeira parte, dominando as acções no meio campo e construindo boas jogadas de envolvimento atacante perante um Penelense a jogar mais na expectativa. Apesar do domínio claro o Pampilhosense apenas consegue duas situações mais claras e flagrantes de golo. A primeira aconteceu aos 17’ na marcação de um pontapé de canto mais curto, Rafa cruzou e Curica desviou de cabeça para uma boa defesa de João Pedro. Com a equipa serrana a jogar bem a segunda oportunidade clara só surgiu aos 42’, com Dias a isolar Curica e este a rematar para João Pedro, uma vez mais, efectuar uma boa defesa.

 

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 6.jpg

Na segunda metade a equipa visitante entra melhor e, no primeiro remate no jogo, vai chegar à vantagem no marcador. Aos 49’ Teles cobrou o livre, a equipa serrana parou, e Fábio Gomes cabeceou para o fundo da baliza de Kiko. Se até então o Penelense já tinha como aposta jogar em transições rápidas, a partir do momento em que chegou à vantagem mais claro ficou essa intenção. E aos 59’ numa rápida jogada de ataque Mota surge na cara de Kiko, mas desta feita o guardião serrano consegue evitar o golo. O Pampilhosense arriscou no ataque e abriu espaços no sector mais recuado. Aproveitou o Penelense para ampliar o resultado em mais uma rápida jogada de ataque, com Teles como protagonista ao ultrapassar um adversário e rematar cruzado para golo, estavam decorridos 70’ de jogo. A equipa serrana tentou reagir, mas foi outra vez o Penelense a ter motivos para festejar quando, aos 77’ na marcação de um canto, Marco aproveita as facilidades adversarias e, ao segundo poste, cabeceia para o 3-0. Sentenciado o encontro o Pampilhosense tentou assinar o tento de honra e Dias por duas ocasiões está perto de conseguir. A primeira aos 84’ ao rematar cruzado com perigo, a segunda no minuto seguinte com o avançado serrano a surgir isolado mas sem conseguir ultrapassar o guardião João Pedro. O golo pampilhosense acabaria mesmo por surgir, aos 87’, depois de um livre indirecto em que Amândio tem um primeiro remate e Ratana, aproveitando vários ressaltos, assina à boca da baliza o único golo da sua equipa.

 

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 5.jpg

 

Resultado enganador mas que premeia a equipa que melhor aproveitou os erros do adversário. O Pampilhosense esteve melhor no primeiro tempo, mas não marcou. O Penelense entrou melhor na segunda parte e no seu primeiro remate do jogo consegue inaugurar o marcador. A partir daí geriu o jogo à sua vontade, explorando o contra-ataque e os erros serranos para ampliar a vantagem.

 Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH 04-02-18 3.jpg

 

O trio de arbitragem não está isento de erros, mas sem influência directa quando ao desfecho do encontro.

 

Resultados:

União FC 2-0 Vigor Mocidade

Mário Brito (2)

 

Condeixa 4-0 Tourizense

Crachat, Leo e André Gonçalo (2)

 

Vinha da Rainha 3-1 Marialvas

Vicente (2) e Rui Soares (VR); João Maria (Mar)

 

Lagares da Beira 0-2 Tocha

Caldeira

 

Pampilhosense 1-3 Penelense

Ratana (GDP); Fábio Gomes, Teles e Marco (Pen)

 

Académica SF 3-2 Febres

Matos e JP (2) (AAC SF); Caetano (2) (Feb)

 

Eirense 1-1 Oliv. Hospital

Rebelo (ag) (UCE); Bernardo (OH)

 

Ançã FC 1-2 Carapinheirense

Pepe (AFC); João Silva e João Neves (Car)

 

Classificação:

Class 17ª DH 04-02-18.jpg

 

Próxima Jornada:

Tourizense – Vigor Mocidade

Marialvas – Condeixa

Tocha – Vinha da Rainha

Penelense – Lagares da Beira

Febres – Pampilhosense

Oliv. Hospital – Académica SF

Carapinheirense – Eirense

Ançã FC – União FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02

SEGUNDA VITÓRIA CONSECUTIVA, COM BIS DE CURICA

por ultraserranos4605, em 02.10.17

PENELENSE - PAMPILHOSENSE

Penelense - Pampilhosense 2ªJ DH 30-09-17 1.jpg

 

2ª Jornada do Campeonato da Divisão de Honra AF Coimbra

Complexo Desp. de S. Jorge e Penela

Assistência: cerca de 80 espectadores

Árbitro: João Santos

Assistentes: Rui Sá e João Castel-Branco

Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:

Cédric, Seco, Renato, Duda, Amândio, Ronaldo, Will (Simão 61’), Rafa, Miguel Barreto (RAtana 75’), Ricky e Curica (Dias 89’).

Suplentes não utilizados: Kiko, Cristiano, Carapau e Rola

Treinador: Carlos Alegre:

 

Penelense:

João Pedro, Lucas, Diogo, Jeremias, Vanderson, Fábio Gomes, Teles (Diogo Pato 87’), Valada, Craveiro (Jami 71’), Telmo Cerveira e Gregório.

Suplentes não utilizados: Pedro e Rodrigo

Treinador: Luís Félix

 

Ação Disciplinar:

Amarelos: Duda 53’, Seco 73’, Ratana 82’ e Curica 88’ (Pampilhosense); Valada 38’, Jamil 79’ e Teles 87’ (Penelense)

 

Golos: Curica 71’ e 83’

 

Em jornada disputada no sábado, o Pampilhosense tinha uma viagem até Penela onde ia tentar somar o segundo triunfo consecutivo no campeonato em duas jornadas. Já o Penelense, que não disputou o jogo da primeira jornada, queria começar o campeonato com uma vitória perante os seus adeptos.

 

Penelense - Pampilhosense 2ªJ DH 30-09-17 2.jpg

 

Entrou bem o conjunto de Pampilhosa da Serra, com mais posse de bola e outras dinâmicas, a demonstrar mais vontade em chegar cedo ao golo. Mas tardavam em surgir claras oportunidades para marcar, isto porque o Penelense estava a ser uma equipa muito bem organizada defensivamente. E foi precisamente o conjunto da casa o primeiro a estar muito perto de inaugurar o marcador, aos 28’, na sequência de um livre junto à linha final a que Diogo, solto na pequena área, correspondeu com um cabeceamento à trave da baliza de Cédric. A resposta do Pampilhosense aconteceu aos 39’, com Ronaldo a cobrar um livre direto e o guardião João Pedro a responder com uma excelente defesa. O nulo era o resultado ao intervalo.

 

Penelense - Pampilhosense 2ªJ DH 30-09-17 3.jpg

 

Na segunda metade a tendência não se alterou muito e o Pampilhosense, logo aos 52’, tem uma excelente oportunidade para marcar, depois de Amândio cruzar da esquerda e Ricky desviar ao primeiro poste para Curica, sozinho na pequena área, cabecear por cima. Até que aos 71’, numa rápida e boa jogada de ataque, o Pampilhosense vai chegar à merecida vantagem. Ricky lançou Simão e este correu para a baliza, rematou para uma primeira boa defesa de João Pedro mas Curica, oportuno, aproveitou a sobra e colocou a sua equipa em vantagem no marcador. A equipa da casa não esboçou grande reacção, com o Pampilhosense agora a controlar ainda melhor o encontro. E aos 83’ a equipa serrana vai confirmar o triunfo, ao dilatar a vantagem numa jogada bem trabalhada por Simão que cruzou atrasado, Ricky deu nas “orelhas” da bola mas Curica, uma vez mais oportuno, rematou forte para o 2-0 final. Até final foi só aguardar pelo último apito para se confirmar a segunda vitoria seguida.

 

Resultado justo para o Pampilhosense que esteve, quase sempre, melhor que o Penelense em ambas as partes. Os dois golos de Curica, uma vez mais a ser a figura da equipa, deram justiça ao resultado.

 

O trio de arbitragem teve um trabalho positivo.

 

Resultados:

Febres 0-3 Académica SF

Didi (2) e Leonardo

 

Oliv. Hospital 4-0 Eirense

Rui Pereira, Luís Martins, David Lopes e Romário

 

Carapinheirense 1-2 Ançã FC

Cleiton (Car); Nazaré e Reinaldo (AFC)

 

Penelense 0-2 Pampilhosense

Curica (2)

 

Tocha 1-4 Lagares da Beira

Fatia (Toc); Diogo, Batista, Romário e Roberto (LB)

 

Tourizense 0-0 Condeixa

 

Marialvas 0-0 Vinha da Rainha

 

Vigor Mocidade – União FC (adiado)

 

Classificação:

Class DH 2ªJ 02-10-17.jpg

 

Próxima Jornada:

Académica SF – Oliv. Hospital

Eirense – Carapinheirense

União FC – Ançã FC

Pampilhosense – Febres

Lagares da Beira – Penelense

Condeixa – Marialvas

Vinha da Rainha – Tocha

Vigor Mocidade – Tourizense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:35

VITÓRIA JUSTA QUE FAZ PAMPILHOSENSE SUBIR NA TABELA

por ultraserranos4605, em 01.05.17

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 28ªJ DH 30-04-17 1.jpg

 

28ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: Cerca de 100 espetadores

Árbitro: Rodrigo Pais

Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:

Pedro Mano, Galego, Carapau, Renato, Flávio Salgado, Gravata (Normando 45’), Ronaldo, Miguel Barreto (Vlad 64’), Will (Rui Matos 80’), Ratana e Ricky.

Suplentes não utilizados: Cédric, Cristiano, Rabeca e Babá

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

João Pedro, Koné, Isac, Fábio Gomes, Tanaka, Sulce (Vitór Martins 83’), Kah, Luisito (Igor 83’), Duda, Tiago Seco e Gonçalo (Jorge Correia 64’).

Treinador: Nuno Raquete

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Wiil 29’, Gravata 44’ e Ratana 54’

 

Golos: Vlad 79’ e Ratana 92’

 

Pampilhosense - Penelense 28ªJ DH 30-04-17 2.jpg

 

Pampilhosense e Penelense entravam em campo separados por apenas um ponto na tabela, com vantagem para o conjunto de Penela que ocupa o quito posto. Este era, portanto, uma partida importante para ajudar a esclarecer um pouco mais na luta pelo quito lugar.

 

Pampilhosense - Penelense 28ªJ DH 30-04-17 5.jpg

 

Foi uma primeira metade morna sem grande velocidade e, consequentemente, sem grandes oportunidades de golo. Mesmo assim, foi o Pampilhosense a equipa que mais perto esteve do golo e, por duas ocasiões, podia ter chegado ao golo. A primeira aos 23’, num remate forte de Ricky que, embora de ângulo apertado, obrigou João Pedro a uma boa defesa. Pouco depois da meia hora, aos 34’, foi Gravata a lançar Ratana e este, um pouco precipitado e deslumbrado com tanta facilidade, rematou fraco e à figura de João Pedro quando estava isolado. E o primeiro tempo não tem muito mais para contar, com o Pampilhosense a ser a equipa mais esclarecida (mas não muito) enquanto do outro lado um Penelense sem grande chama.

 

Pampilhosense - Penelense 28ªJ DH 30-04-17 6.jpg

 

No segundo tempo o jogo agitou um pouco mais. O Pampilhosense entrou melhor e a mostrar maior vontade para alcançar a vitória, mas foi o Penelense a construir a primeira situação de golo, aos 62’, com Kah a entrar na grande área pela direita e cruzar atrasado para Fábio Gomes rematar por cima. O Pampilhosense respondeu na jogada seguinte, Galego isolou Ratana pela direita e este rematou cruzado ao lado da baliza. Durante um período de cerca de 10’ o Penelense mostrou ser a equipa mais esclarecida, embora um pouco aos “empurrões”. E aos 77’ os visitantes ameaçaram por Kah que rematou colocado de fora da área para uma defesa difícil do guardião serrano Pedro Mano. Este lance despertou a equipa pampilhosense que responde quase de imediato, e com golo! Aos 79’ Galego entrou na grande área e serviu Vlad que, à boca da baliza, só teve que encostar para o fundo da baliza e desbloquear o marcador colocando o Pampilhosense em vantagem. A partir daqui a equipa serrana voltou ao comando sem que os forasteiros esboçassem qualquer reacção. Aos 89’ os da casa podiam ter feito o segundo por intermédio de Vlad num remate cruzado com muito perigo, golos que acabou mesmo por surgir, já em período de descontos, com Ronaldo a lançar comprido para Ratana e este, isolado, a fazer o 2-0 desfazendo quaisquer duvidas em relação ao vencedor.

 

Não se assistiu a um jogo de grande recorte técnico mas, mesmo assim, o Pampilhosense foi, em grande parte do encontro, a equipa mais esclarecida e que mais vontade demostrou para conquistar os três pontos. Só na última fase do desafio a equipa pampilhosense conseguiu desbloquear este problema chamado Penelense, chegando à merecida vantagem e justa vitória. Este é um trinfo que vale ao Pampilhosense subir ao quinto posto, em troca com o conjunto de Penela.

 

O trabalho da equipa de arbitragem foi regular.

 

Resultados:

Pampilhosense 2-0 Penelense

Vlad e Ratana

 

Sepins 2-3 Condeixa

Garrido e Vicente (Sep); Leo (2) e Sena (Con)

 

Oliv. Hospital 10-0 Lousanense

Rui Pereira (3), Patrick (3), Ricardo Delgado (2), Paulo André e David

 

Pereira 0-2 Vinha da Rainha

Paulo Quaresma (2)

 

Sourense 2-0 Poiares

Tavares e Mário Brito

 

Tocha 2-0 Eirense

Noddy e Caldeira

 

Ançã FC 0-0 Vigor Mocidade

 

União FC 1-0 Febres

Daniel

 

Classificação:

Class DH 28ª 30-04-17.jpg

 

Próxima Jornada:

Vinha da Rainha – Pampilhosense

Penelense – Sepins

Condeixa – Oliv. Hospital

Poiares – Pereira

Vigor Mocidade – Sourense

Febres – Tocha

Eirense – Ançã FC

União FC – Lousanense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:06

TRÊS PONTOS QUE FUGIRAM NA RECTA FINAL

por ultraserranos4605, em 19.12.16

PENELENSE - PAMPILHOSENSE

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 1.jpg

 

13ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Campo S. Jorge em Penela

Assistência: cerca de 80 espetadores

Árbitro: Bruno Pombo

Assistentes: Eduardo Alves e Vinícios Pires

Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:

Cédric, Galego, Carapau, Renato, Flávio Salgado, Gravata, Ronaldo, Will, Ratana, Ricky e Normando (Babá 45’).

Suplentes não utilizados: Magalhães, Cristiano, Rabeca, Seiça, Rola e Miguel Barreto.

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

João Pedro, Oginar (Jorge 57’), Koné (Gonçalo 81’), Isac, Reinaldo, Sulce, Kah, Yuri, Duda, Tiago Seco (Igor 81’) e Luisito.

Suplentes não utilizados: Vítor Martins e Pedro Alves.

Treinador: Nuno Raquete

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Ricky 56’, Carapau 72’ e Gravata 76’ (Pampilhosense); Oginar 45’ (Penelense).

 

Golos: Renato 52´ (Pampilhosense); Reinaldo 87’ (Penelense).

 

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 2.jpg

 

No último jogo de 2016 ambas as equipas queriam terminar o ano com um triunfo. Os serranos, motivados pelas últimas duas vitórias, ambicionavam surpreender e atingir a equipa de Penela na tabela classificativa. Já do outro lado, o Penelense precisava de somar os três pontos para tentar uma aproximação aos três primeiros classificados.

 

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 3.jpg

 

Começou a ritmo morno o encontro, mas aos poucos o “sinal mais” pendeu para o conjunto da casa, que começou a ter maior domínio de bola construindo a melhor ocasião de golo aos 22’. Kah fez um excelente passe a isolar Reinaldo, mas este encontrou pela frente uma grande oposição do guardião Cédric. Pouco depois nova situação de perigo para a equipa do Penelense, aos 28’, com Isac a cruzar para o segundo onde apareceu Reinaldo, solto de marcação, a rematar com muito perigo ao lado. A equipa do Pampilhosense esteve bastante tímida no ataque nos primeiros 45’, e só em período de compensação consegue levar muito perigo para a baliza de João Pedro. Ronaldo cobrou um livre lateral e um desvio ao primeiro poste obriga o guardião da casa a aplicar-se.

 

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 4.jpg

 

No segundo tempo o Pampilhosense entrou melhor, e com isso vai chegar à vantagem aos 52’, na sequência de um pontapé de canto, com Renato a cabecear de forma fulgurante para o fundo da baliza. Dois minutos depois a equipa serrana podia ter dado um grande passo para alcançar a vitória, com Ricky a isolar Ranata e este, já depois de ter “sentado” João Pedro, não acerta com a baliza. O Penelense tentou responder, mas de forma tímida, com um cruzamento largo de Isac com a bola ainda a roçar na trave da baliza de Cédric. Os da casa subiram ainda mais no terreno, e voltaram a ameaçar aos 63’ através de um livre direto, com Yuri a rematar forte para uma boa defesa de Cédric. A equipa de Penela continuou a pressionar e Carapau salvou quase sobre a linha de golo um remate adversário de fora da grande área, aos 75’. A equipa serrana tentava sair em rápidas transições, e por várias vezes podia ter levado maior perigo à baliza de João Pedro se a ultima decisão tivesse sido a mais correta. E aos 79’ o Pampilhosense sacode um pouco a pressão adversária, ao criar um lance de maior aperto para o Penelense, Ratana rematou de fora da grande área para uma defesa incompleta de João Pedro e Ricky, na recarga, atirou para uma boa oposição do guardião da casa. Mas já muito perto do final do encontro, aos 87’, no seguimento de uma série de pontapés de canto para o Penelense, Reinaldo vai cabecear para golo e estabelecer o resultado final num empate a uma bola.

 

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 5.jpg

 

Foi uma entretida partida de futebol, com o Penelense a ter mais bola mas o Pampilhosense a ameaçar sempre que possível. A divisão de pontos acaba por ser justa embora fique um sabor amargo à equipa pampilhosense, pois podia ter “matado” o jogo com o 2-0 e acabou por “permitir” o empate nos instantes finais.

 

Penelense - Pampilhosense 13ªJ DH 18-12-16 6.jpg

 

O trio de arbitragem na segunda metade teve alguma dualidade de critérios.

 

Resultados:

Penelense 1-1 Pampilhosense

Reinaldo (Pen); Renato (GDP)

 

Condeixa 3-0 Sepins

Larry (3)

 

Lousanense 0-3 Oliv. Hospital

Patrick (2) e Rui Pereira

 

Vinha da Rainha 2-0 Pereira

Paulito e Dani

 

Poiares 0-0 Sourense

 

Eirense 1-0 Tocha

Marques

 

Vigor Mocidade 1-2 Ançã FC

João Nunes (VM); Alex e Rafael Duarte (AFC)

 

Febres 2-1 União FC

Curica e Diogo Marques (Feb); Chano (UFC)

 

 

Classificação:

Class DH 13ªJ 18-12-16.jpg

 

Próxima Jornada:

Pampilhosense – Vinha da Rainha

Sepins – Penelense

Oliv. Hospital – Condeixa

Pereira – Poiares

Sourense – Vigor Mocidade

Tocha – Febres

Ançã FC – Eirense

Lousanense – União FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

RESULTADO ENGANADOR

por ultraserranos4605, em 29.02.16

PENELENSE - PAMPILHOSENSE

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 7.jpg

 

20ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Complexo Desp. de S. Jorge em Penela

Assistência: cerca de 50 espetadores

Árbitro: Diogo Silva

Assistentes: Hugo Ventura e Luís Jesus

Ao intervalo: 1-0

 

Pampilhosense:

João Pedro, Ricardo Almeida, Carapau, Carlos Lima, Flávio Salgado, Tavares (Figueiredo 81m), Gravata (Rabeca 85m), David Lopes, Ricky, Ratana e Valada (Galego 74m).

Suplentes não utilizados: Folhas, Cristiano e Nuno Batista.

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

Filipe, Moura, Koné, Gaspar, Will (Rui Pereira 65m), Samuel Garrido (Duda 81m), Saná, Sulce, Samuel Vaz, Lélé (Kan 69m) e Cedric.

Suplentes não utilizados: Vitor, João Dinis, João Mario e Ricardo.

Treinador: Nuno Raquete

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Ricky 26m, Gravata 28m, Carapau 39m e Ratana 78m (Pampilhosense); Samuel Garrido 29m (Penelense).

 

Golos:

Ricardo Almeida 60m (Pampilhosense); Samuel Garrido 26m, Rui Pereira 75m, Sulce 80m e Duda 85m (Penelense).

 

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 1.jpg

Foto de João Horta

 

Num terreno onde o Pampilhosense tem boas recordações, o objectivo era aumentar ainda mais as boas lembranças ao somar mais um triunfo em Penela. Mas o Penelense não estava disposto a facilitar no seu reduto, nem a desperdiçar a oportunidade de cimentar a posição na tabela com mais três pontos.

 

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 2.jpg

 

O jogo iniciou numa toada morna com as duas equipas algo cautelosas, embora tenha sido praticamente na primeira jogada do jogo que aconteceu o primeiro sinal de perigo. Saiu dos pés de David Lopes que, no interior da grande área, podia ter tido melhor sorte. O Penelense respondeu só aos 24m, numa jogada individual de Koné que entrou na área e rematou para uma enorme parada de João Pedro. O Penelense avisou e dois minutos depois vai chegar a vantagem num lance em que a equipa serrana ficou a ver jogar! O Penelense marcou um livre rápido quando o árbitro da partida exigia que fosse marcado ao som do apito, o Pampilhosense ficou a ver jogar e Samuel Garrido aproveitou a passividade para fazer o golo depois de um cruzamento atrasado de Will. A resposta da equipa de Pampilhosa da Serra não demorou e surgiu através dos pés de Ratana, que num pontapé da meia distancia, aos 31m, enviou a bola ao poste esquerda da baliza de Filipe que estava já batido! O empate voltou a estar perto de acontecer, aos 40m, e novamente por intermédio de Ratana que isolado por Gravata não conseguiu bater o guarda-redes Filipe, este foi enorme com uma excelente defesa. O intervalo chegou e o resultado não traduzia o que se tinha passado, com o Pampilhosense a sentir que podia alcançar um bom resultado.

 

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 3.jpg

 

E a segunda metade começou com a equipa serrana a colocar problemas para a turma da casa. A primeira situação de perigo aconteceu aos 54m, num livre indirecto com David Lopes a cruzar para dar trabalho a Filipe, ficando a faltar a emenda de um jogador serrano. O empate acabou mesmo por surgir, aos 60m, num livre indirecto cobrado por Flávio Salgado a que Ricardo Almeida correspondeu da melhor forma, com um cabeceamento certeiro. O Pampilhosense estava a conseguir ter algum controlo sobre o jogo, criando vários problemas ao Penelense e, acreditando até, que seria possível consomar a cambalhota no marcador. E talvez tenha sido esse o problema! A equipa serrana subiu no terreno e o Penelense aproveitou para “matar” o adversário com três mortíferas jogadas de contra-ataque quase idênticas, aos 75m, 80m e 85m! Na primeira Rui Pereira foi lançado em profundidade e ultrapassou João Pedro para colocar a sua equipa em vantagem. No segundo foi Sulce a aparecer na cara do guarda-redes serrano e a não dar hipótese. Por fim Duda fez o quarto tento da equipa da casa e fechou a contagem.

 

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 5.jpg

 

Foi um jogo com um resultado bem enganador. A equipa serrana discutiu o jogo de igual para igual com o Penelense e, até, em vários períodos, foi superior ao adversário. Talvez por isso, depois de alcançar o empate, o Pampilhosense acreditou estar perto de consumar a cambalhota no marcador de uma forma clara e subiu no terreno. O Penelense aproveitou e em 10 minutos apontou três golos em contra-ataque!

 

Penelense - Pampilhosense 20ªJ DH 28-02-16 6.jpg

 

Este é um trio de arbitragem já conhecido neste distrital pela forma demasiada serena com que aborda o jogo e também por alguma falta de categoria! Com uma dualidade de critérios gritante, disciplinarmente e tecnicamente, Diogo Silva esteve ao seu nível! Sem ser necessário enumerar lances, referir apenas que o árbitro da partida, para espanto de todos, terminou o primeiro tempo quando o relógio marcava 44 minutos e 5 segundos, o que revela bem a concentração e empenho no jogo!

 

Resultados:

Vigor Mocidade 1-0 União FC

Rui Soares

 

Carapinheirense 2-1 Sourense

Seidy e Branco (Car); Fachada (GDS)

 

Cova Gala 1-2 Eirense

David (CG); Teles (2) (UCE)

 

Febres 3-2 Poiares

Xiolas (pb), Silva e Nunito (Feb); Morsa e Videira (ADP)

 

Os Águias 1-1 Condeixa

Rochinha (Agu); Leandro (Con)

 

Penelense 4-1 Pampilhosense

Samuel Garrido, Rui Pereira, Sulce e Duda (Pen); Ricardo Almeida (GDP)

 

Vinha da Rainha 3-1 Ançã FC

Nelson (2) e João Miguel (pb) (VR); João Pinto (AFC)

 

Lagares da Beira 2-1 Académica OAF B

João Paulo e Oliveira (LB); Rosas (AAC OAF B)

 

Classificação:

Class DH 20ªJ 28-02-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Académica OAF B – Vigor Mocidade

União FC – Carapinheirense

Sourense – Cova Gala

Eirense – Febres

Poiares – Os Águias

Condeixa – Penelense

Pampilhosense – Vinha da Rainha

Ançã FC – Lagares da Beira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

ADVERSÁRIO MARCOU NOS MOMENTOS CERTOS

por ultraserranos4605, em 19.10.15

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 5ªJ DH 18-10-15 1.jpg

 

5ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 150 espetadores

Árbitro: Mário Serrano

Assistentes: Bruno Ventura e Filipa Ferreira

Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Rabeca (Joel Silva 67m), Carapau, Carlos Lima, Flávio Salgado, David Gonçalves, Gravata, Ricky, David Lopes, Figueiredo e Galego.

Suplentes não utilizados: Victória, Nuno Batista, Cristiano e Tavares.

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

Filipe, Moura, Koné, Zeca, Sana (Samuel 87m), Rui Pereira, Sulce (Lele 79m), Kah (Baldé 90+1m), Guimar, Duda, Will.

Suplentes não utilizados: Vitór, Gaspar, João e Ricardo.

Treinador: Nuno Raquete

 

Ação  disciplinar:

Amarelos: Flávio Salgado 42m, Carapau 56m, Gravata 61m, Galego 63m e David Lopes 73m (Pampilhosense); Filipe 80m, Kah 90+1m, Zeca 90+3m e Samuel 90+6m (Penelense)

 

Golos: Sulce 25m e Kah 59m

 

Pampilhosense - Penelense 5ªJ DH 18-10-15 2.jpg

 

O Pampilhosense procurava a primeira vitória em casa e, embalado pelo triunfo da última ronda, estava motivado para o conseguir. Já o Penelense, que fez uma grande aposta na equipa sénior e traçou objectivos elevados para esta temporada, também só pensava num triunfo que aproximasse a equipa ao topo da classificação.

 

Pampilhosense - Penelense 5ªJ DH 18-10-15 3.jpg

 

E num jogo que prometia um bom espectáculo, entrou mais forte o Penelense que, com boa dinâmica ofensiva baralhava e jogava no meio campo pampilhosense. Foram assim os primeiros 20m, com sinal mais para os homens de Penela, mas aos poucos a equipa da casa começou a acertar e, numa fase em que o desafio estava dividido, foram os forasteiros a chegar ao golo. Numa jogada em que o Pampilhosense estava desequilibrado, Rui Pereira entrou na grande área e ofereceu o golo a Sulce que, com alguma sorte a mistura, fez o gosto ao pé. A equipa do Pampilhosense tentou responder, mas o melhor que conseguiu foi num cabeceamento fraco de Ricky, que até estava bem colocado para fazer melhor. Até ao final do primeiro tempo o jogo continuou dividido sobre o meio campo, sem que o perigo rondasse ambas as balizas.

 

Pampilhosense - Penelense 5ªJ DH 18-10-15 4.jpg

 

A segunda parte abriu com a equipa serrana a encostar o Penelense à sua grande área, mas foram os visitantes a sentenciar o encontro. Num pontapé de canto a favor do Pampilhosense o Penelense ganhou a bola e saiu num venenoso contra-ataque, a que Kah concluiu com um excelente remate a entrada da grande área, estavam decorridos 59m de jogo. Com a desvantagem de dois golos o Pampilhosense arriscou ainda mais, tentou entrar na discussão do resultado, mas pela frente encontrou um Penelense muito organizado e que defensivamente não facilitou. Até final a equipa de Penela apostou em rápidas saídas para o ataque e dispôs de duas ou três situações em que poderia ter levado maior perigo a baliza de João Pedro. Já o Pampilhosense mais com coração do que cabeça bem tentou pelo menos o tento de “honra”, mas o adversário não permitiu tal façanha.

 

Pampilhosense - Penelense 5ªJ DH 18-10-15 5.jpg

 

Não foi um jogo de grandes oportunidades de golos de parte a parte, mas o Penelense mostrou ser uma das melhores equipas deste campeonato. A turma de Penela entrou bem no encontro, mas foi curiosamente na fase em que o jogo estava dividido que chegou a vantagem. No início da segunda parte o Pampilhosense entrou forte, mas a equipa do Penelense voltou a responder da melhor forma, com um golo em contra ataque que sentencio o desafio.

 

O trio de arbitragem não teve uma tarde feliz. Principalmente no espeto disciplinar não teve o mesmo critério para as duas equipas.

 

Resultados:

Sourense 2-2 Carapinheirense

Derick e Lucas (GDS); Rui Jorge e Bento (Car)

 

Eirense 2-2 Cova Gala

Geovanne e Estanqueiro (UCE); Zé Duarte (2)

 

Poiares 1-0 Febres

Rodrigo Lima

 

Condeixa 4-1 Os Águias

Rafa, Leandro (2) e Daniel Santos (Con); João Aveiro (AO)

 

Pampilhosense 0-2 Penelense

Sulce e Kah

 

Ançã FC 1-2 Vinha da Rainha

João Pinto (AFC); Mário João e Ricardo (VR)

 

Académica OAF B 3-0 Lagares da Beira

Gil (2) e Rosas

 

União FC – Vigor Mocidade (adiado)

 

Classificação:

Class Séniores DH5ªJ 18-10-15 1.jpg

  

Próxima Jornada:

Vigor Mocidade – Académica OAF B

Carapinheirense – União FC

Cova Gala – Sourense

Febres – Eirense

Os Águias – Poiares

Penelense – Condeixa

Vinha da Rainha – Pampilhosense

Lagares da Beira – Ançã FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

PAMPILHOSENSE ATREVIDO SURPREENDE CANDIDATO

por ultraserranos4605, em 13.04.15

PENELENSE - PAMPILHOSENSE

Penelense - Pampilhosense 25ªJ DH 12-04-15 1.jpg

 

25ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Parque Desportivo de S. Jorge em Penela

Assistência: Cerca de 100 espectadores

Árbitro: Telmo Carvalho

Assistentes: António Francisco e Francisco Lucas

Ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Rabeca (Tavares 79m), Carapau, Carlos Lima, João Palheira, David Gonçalves, Gravata, Rafa (Cristiano 85m), Flávio Salgado, Galego e Ramalho (Figueiredo 71m).

Suplentes não utilizados: Vitoria, Nuno Batista e Joel Silva.

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

Filipe, Nelson, Pedro Penela, Zeca (Ricardo Fernandes 62m), Cardoso, Samuel Garrido, Sulce, Pimenta, Pita, Fábio (Yannick 69m) e Paiva.

Suplentes não utilizados: Pedro Cavaleio, Ferrão, Hinga, Diogo e João Mário.

Treinador: Ricardo Silva

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Rafa 54m (Pampilhosense); Filipe 52m, Nelson 52m e 57m e Pedro Penela 52m (Penelense).

Vermelhos por acumulação de amarelos: Nelson 57m (Penelense).

 

Golos: David Gonçalves 21m e Galego gp 53m e gp 58m (Pampilhosense); Samuel Garrido 27m e 84m (Penelense)

 

Penelense - Pampilhosense 25ªJ DH 12-04-15 3.jpg

 

Depois de uma série consecutiva de nove jogos em casa, o Pampilhosense voltava a jogar fora de portas ao deslocar-se a Penela para tentar regressar aos triunfos. Já o Penelense, a jogar perante o seu público, queria também somar os três pontos para poder continuar a alimentar o sonho do título.

 

Penelense - Pampilhosense 25ªJ DH 12-04-15 4.jpg

 

A equipa da casa entrou a mandar no jogo, com mais posse de bola e futebol mais trabalhado para tentar chegar a baliza de João Pedro. Já o Pampilhosense começou na expectativa e com rápidas transições para tentar chegar a baliza de Filipe. Os serranos ameaçaram logo aos 4m, e numa rápida jogada pela esquerda Flávio Salgado ofereceu o golo a Ramalho, que só não aconteceu porque o avançado visitante parece ser derrubado por Nelson. O Penelense continuou com a mesma dinâmica, que o Pampilhosense aos poucos conseguiu anular, para, aos 21m, chegar ao golo numa excelente combinação de Ramalho com David Gonçalves com este ultimo a finalizar de forma fria frente ao guarda-redes Filipe. A resposta da equipa da casa não tardou e pouco depois, aos 27m, numa jogada de insistência depois de um pontapé de canto Samuel Garrido aproveita uma série de ressaltos e de forma oportuna empata o desafio. A partida estava animada e à passagem da meia hora Ramalho foge a todos os opositores e completamente isolado, em zona frontal, não consegue desfeitear o guardião Filipe ao rematar ao lado. Até final do primeiro tempo as equipas estiveram equilibradas e os lances de perigo junto das balizas não existiram.

 

Penelense - Pampilhosense 25ªJ DH 12-04-15 5.jpg

 

A emoção dos golos voltou no segundo tempo. Pouco depois do reatamento, aos 52m, Rafa entra na grande área e no lance dividido com Nelson cai com o árbitro assinala grande penalidade. Galego foi chamado a converter e não desperdiçou a oportunidade, colocando o Pampilhosense na frente do marcador. Este lance causou muitos protestos por parte da equipa do Penelense, que aumentaram de tom pouco depois, aos 57m, depois de nova grande penalidade assinalada. Numa transição muito rápida por parte do Pampilhosense, Rafa conduziu pela esquerda e serviu Ramalho que é derrubado por Nelson no interior da grande área, lance que resultou no segundo amarelo para o jogador de Penela. Galego não tremeu da marca dos 11 metros e fez o 3-1 para o Pampilhosense. Com uma vantagem de dois golos e com mais uma unidade em campo, o conjunto de Pampilhosa da Serra relaxou um pouco e, a partir daqui, permitiu que o Penelense conseguisse o que até então quase não tinha conseguido: oportunidades de golo. A equipa da casa arriscou tudo no ataque e colocou à prova o guarda-redes João Pedro que mostrou segurança. Aos 61m Samuel Garrido esteve perto de reduzir num remate cruzado a que João Pedro respondeu com uma excelente intervenção. Depois, aos 64m, foi Pita que num remate de fora da grande área obrigou João Pedro a uma defesa apertada. Já aos 84m o guarda-redes João Pedro nada conseguiu fazer para evitar o golo do Penelense que nunca se deu por vencido, Paiva acreditou e sobre a linha final cruzou para Samuel Garrido bisar na pequena área. O Penelense continuou a acreditar e até esteve perto de conseguir o empate, aos 87m, depois de um cruzamento atrasado a que Pedro Penela concluiu para uma excelente intervenção de João Pedro. Mas até final o Pampilhosense conseguiu por alguma “água na fervura” e não permitiu mais ocasiões ao adversário e segurou os três pontos.

 

Penelense - Pampilhosense 25ªJ DH 12-04-15 6.jpg

 

O Pampilhosense soube ser uma equipa competente e concentrada ao longo de quase todo o jogo, com a estratégia imposta a dar os frutos pretendidos. Sempre perigosa a sair para o ataque, a equipa serrana surpreendeu um Penelense que, apesar de dominar em termos de posse de bola, só depois de estar em desvantagem de 3-1 e com menos uma unidade começou a criar claras situações para marcar.

 

O trio de arbitragem foi bastante contestado pela equipa local que protestou muito na primeira grande penalidade, um lance que realmente deixa algumas dúvidas. Mas também no início do encontro foi perdoada uma grande penalidade (aos 4m) que a ser assinalada teria de resultar na expulsão do defesa da casa.

 

Resultados:

Atl. Arganil 2-1 Tocha

Cláudio Bandeira e Héctor (AAA); Daniel Pinto (Toc)

 

Vigor Mocidade 1-1 Académica OAF B

Eric (VM); Valença (AAC OAF B)

 

Penelense 2-3 Pampilhosense

Samuel Garrido (2) (Pen); David Gonçalves e Galego (2) (GDP)

 

Ançã FC 0-0 Eirense

 

Condeixa 1-1 Cova Gala

Bento (Con); João Vasco (CV)

 

Touring 1-1 União FC

Veríssimo (Tou); Pimpão (UFC)

 

Carapinheirense 0-1 Académica SF

Seixas

 

Febres 2-1 Lagares da Beira

Luís Rodrigues e Zé Duarte (Feb); Pedro Batista (LB)

 

Classificação:

Class DH 25ªJ 12-04-15.jpg

 

Próxima Jornada:

Tocha – Cova Gala

Académica OAF B – Atl. Arganil

União FC – Vigor Mocidade

Académica SF – Touring

Lagares da Beira – Carapinheirense

Pampilhosense – Febres

Eirense – Penelense

Ançã FC – Condeixa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

FALTARAM ARGUMENTOS

por ultraserranos4605, em 09.12.14

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 1.jpg

 

10ª Jornada do Campeonato da Divisão de Honra da AF Coimbra

Estádio: Campo de São Mateus em Pedrogão Grande

Assistência: cerca de 100 espectadores

Árbitro: Renato Carvalho

Assistentes: Diogo Santos e António Henriques

Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Rabeca (Nuno Batista 64m), Carapau, João Palheira, Flávio Salgado, Tavares (David Simões 45m), David Gonçalves, Rafa, Figueiredo, Ramalho (Cristiano 61m) e Galego.

Suplentes não utilizados: Victoria e Gravata

Treinador: Carlos Alegre

 

Penelense:

Filipe, Nelson, Zeca, Cardoso, Samuel Garrido (João Mário 92m), Sulce (Pita 82m), Ricardo Fernandes, Pimenta (Penela 54m), Lucas, Fábio e Luís Paiva.

Suplentes não utilizados: Pedro, Hinga e Diogo

Treinador: Ricardo Silva

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Nuno Batista 70m e cristiano 71m (Pampilhosense); Nelson 12m, Pimenta 22m e Zeca 75m (Penelense).

 

Golos: Luís Paiva 14m

 

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 2.jpg

 

A jogar em casa emprestada, o Pampilhosense queria regressar ao triunfos e não deixar fugir em demasia o adversário deste encontro, o Penelense, que ocupa o terceiro posto e tenta aproximar-se dos dois primeiros classificados.

 

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 4.jpg

 

Começou melhor a equipa do Penelense que logo aos 14m vai aproveitar uma perda de bola da equipa do Pampilhosense, que saia para o ataque, para se adiantar no marcador. Bola roubada e Ricardo Fernandes conduziu pela direita e serviu Luís Paiva que rematou de pronto, contando ainda com um desvio para trair João Pedro e fazer o golo. A equipa do Pampilhosense tentou responder, mas foi novamente o Penelense a criar perigo e a estar perto de ampliar o marcador, no meio da confusão Lucas cabeceou ao poste, estavam decorridos 19m. A partir do meio do primeiro tempo a equipa de Pampilhosa da Serra melhorou e começou a aparecer com mais frequência na área adversária. Aos 34m Galego entra na área e é derrubado em falta por Nelson, grande penalidade que ficou por marcar e consequente amarelo ao defesa de Penela que seria o segundo. Aos 41m Rafa lançou Ramalho e este na dividida com o guardião Filipe não levou a melhor.

 

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 3.jpg

 

Na etapa complementar o Pampilhosense bem tentou lutar por outro resultado. Mas o Penelense foi uma equipa mais adulta e controlou o jogo acabando por justificar a vitória. Os serranos mostraram querer mas não conseguiram contrariar um adversário que até dispôs das melhores oportunidades para dilatar o marcador e sentenciar o encontro. Aos 77m Lucas voltou a estar perto de marcar de cabeça, na sequência de um pontapé de canto, mas o guarda-redes João Pedro fez uma excelente defesa. Pouco depois, aos 81m, Sulce foge a defesa pampilhosense e sozinho na direita rematou ao lado. O desafio terminou com um triunfo justo por parte dos forasteiros.

 

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 5.jpg

 

Foi um jogo em que o Penelense justificou o triunfo. O Pampilhosense mostrou algum querer, mas faltou o engenho e arte para contrariar um adversário mais adulto.

 

Pampilhosense - Penelense 10ªJ DH 08-12-14 6.jpg

 

Quanto ao trabalho do trio de arbitragem, tem um erro grave no primeiro tempo ao fazer vista grossa a uma grande penalidade sobre Galego que forçava o Penelense a jogar com menos uma unidade. Podia ter mudado o rumo do jogo.

 

 Resultados:

Eirense 0-0 Ançã FC

 

Pampilhosense 0-1 Penelense

Luis Paiva

 

Cova Gala 2-1 Condeixa

João Vasco e Tuca (CV); Marcelo (Con)

 

Tocha 4-1 Atl. Arganil

Renato (3) e Miguel Craveiro (Toc); Jony (AAA)

 

Académica OAF B 7-0 Vigor da Mocidade

Rui Pereira (5), Luis Borges e Teles

 

União FC 2-0 Touing

Pimpão e Reinaldo

 

Académica SF 1-1 Carapinheirense

Seixas (AAC SF); Rafael Duarte (Car)

 

Lagares da Beira 0-2 Febres

Nelson e Diogo Marques

 

Classificação:

class DH 10ªJ 08-12-14.jpg

 

Próxima Jornada:

Atl. Arganil – Académica OAF B

Cova Gala – Tocha

Vigor da Mocidade – União FC

Touring – Académica SF

Carapinheirense – Lagares da Beira

Febres – Pampilhosense

Penelense – Eirense

Condeixa – Ançã FC

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59


. ............ . . .

.


LIGAÇÕES - PLANTEL 18/19 E VIDEOS

.

.