Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mostra a Tua Alma Serrana!


DESPEDIDA COM DERROTA

por ultraserranos4605, em 16.05.16

PAMPILHOSENSE - VIGOR MOCIDADE

Pampilhosense - Vigor Mocidade ultima jornada DH 1

 

Ultima Jornada Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 150 espetadores

Árbitro: João Calado

Assistentes: Eduardo Ramos e João Veiga

Ao intervalo: 0-2

 

Pampilhosense:

João Pedro, Galego, Carlos Lima, Carapau, Flávio Salgado, David Gonçalves, Ricardo Almeida (Tavares60m), Ricky, David Lopes, Ratana e Valada.

Suplentes não utilizados: Folhas, Nuno Batista e Cristiano

Treinador: Carlos Alegre

 

Vigor Mocidade:

Pedro, Miguel, Serginho, Jardel, Cavaleiro (Diogo 70m), Soares (Cavén 88m), Gabriel, Costa, Pimenta, Fábio (Rafael 75m) e Paganini.

Suplentes não utilizados: Ricardo, Dani, Seiça e Almeida

Treinador: Luís Augusto

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Carapau 45+2m, Ratana 45+3m e David Lopes 76m (Pampilhosense); Jardel 75m e Serginho 85m (Vigor Mocidade)

Vermelhos diretos: Ricky 55m (Pampilhosense)

 

Golos: Ratana 64m e David Gonçalves 78m (Pampilhosense); Cavaleiro 21m e 67m e Fabio (gp) 45+1m (Vigor Mocidade)

 

Pampilhosense - Vigor Mocidade ultima jornada DH 1

 

Na despedida do campeonato, Pampilhosense e Vigor Mocidade tinham tudo para proporcionar um bom espectáculo de futebol, pois estavam tranquilamente classificado na tabela. A questão era apenas decidir o lugar final. E nessa decisão os serranos tinham ainda uma vontade, alcançar a quarta posição final.

 

Pampilhosense - Vigor Mocidade ultima jornada DH 1

 

Sem grande intensidade no jogo de ambas as equipas, as primeiras situações couberam a formação da casa. Aos 18m David Lopes rematou obrigando Pedro a uma excelente defesa e, na recarga, Valada atirou por cima do travessão com abaliza à sua merce. Dois minutos depois Valada entra na área e coloca à prova Pedro que, mais uma vez, mostrou atenção. E foi um pouco contra a corrente que o Vigor Mocidade vai chegar à vantagem no marcador, aos 21m, depois de um passe para as contas da defensiva local e Cavaleiro, já com ângulo reduzido, a rematar forte e cruzando batendo João Pedro. A equipa serrana reagiu, mas foi o Vigor Mocidade que voltou a marcar, já em tempo de compensação do primeiro tempo, de grande penalidade a castigar uma suposta mão de Carlos Lima no interior da grande área que parece exagerada, pois o defesa serrano tem os braços junto ao corpo. Alheio a tudo isto Fábio não tremeu da mara dos 11 metros e fez o segundo golo do Vigor Mocidade, aos 46m.

 

Pampilhosense - Vigor Mocidade ultima jornada DH 1

 

Na segunda parte as coisas ficaram complicadas para a equipa pampilhosense que ficou a jogar com menos uma unidade, aos 55m, por expulsão de Rick num lance exagerado. Mas já antes, aos 52m, o Vigor Mocidade já tinha ameaçado o terceiro golo num remate de Costa ao poste direito da baliza serrana. Apesar da inferioridade numérica o Pampilhosense arregaçou as mangas e reduziu aos 64m, com Valada a cruzar da direita e Ratana a concluir de cabeça ao segundo poste. A resposta dos visitantes não tardou e, três minutos depois, voltam a festejar! A equipa da casa perde a bola em zona proibida e Cavaleiro remata de pronto e colocado, à entrada da grande área, para o terceiro golo da sua equipa. Mas os da casa não se davam por vencidos e David Gonçalves ficou perto de reduzir num remate de fora da área, levando a bola a embater na trave da baliza visitante. Até que, aos 78m, o médio e capitão do Pampilhosense não desperdiçou nova ocasião e fez acreditar a sua equipa, depois de um cruzamento de Galego e um desvio ao primeiro poste com sucesso de David Gonçalves. Sobre o apito final o empate esteve próximo de acontecer, aos 90+5m, mas Carlos Lima não conseguiu concluir de cabeça com êxito depois de uma bola bombeada.

Pampilhosense - Vigor Mocidade ultima jornada DH 1

O Pampilhosense despede-se da temporada com uma derrota caseira por 3-2, ficando a dever apenas a si o facto de não ter conseguido alcançar o quarto posto da geral, já que uma vitória bastaria para conseguir tal posição na tabela, uma vez que os restantes adversários perderam pontos. O Pampilhosense não conseguiu alcançar a melhor classificação de sempre nesta divisão, por culpa de uma primeira metade algo apática e também por cometer alguns erros que, mesmo a este nível, se pagam caro. A segunda metade foi diferente curiosamente com menos uma unidade, mas a tarefa não era fácil pois a desvantagem era de dois golos e pela frente estava um adversário também de valor.

 

O trio de arbitragem não teve uma tarde feliz. Nota zero para João Calado. Mal e com dualidade de critérios no capítulo disciplinar. Na primeira parte ficam as dúvidas em dois lances na grande área do Vigor Mocidade passiveis de grande penalidade. Deixou jogar em demasia! Enfim, uma actuação muito fraca e para esquecer desta equipa de arbitragem.

 

Resultados:

Penelense 5-0 Os Águias

Kah (3), Lélé e Samuel Garrido

 

Vinha da Rainha 1-2 Febres

João Marques (VR); João André e Luís Rodrigues (Feb)

 

Lagares da Beira 3-0 Cova Gala

(Falta comparência Cova Gala)

 

Ançã FC 0-1 Carapinheirense

Seidy

 

Pampilhosense 2-3 Vigor Mocidade

Ratana e David Gonçalves (GDP); Cavaleiro (2) e Fábio (VM)

 

Condeixa 0-1 União FC

Rui Pereira

 

Poiares 0-6 Sourense

Estanqueiro (2), Valdir (2), Lima e Eric

 

Académica OAF B 2-2 Eirense

Neves e Fernando (AAC AOF B); Teles (2) (UCE)

 

Classificação Final:

Class Ultima Jornada DH 15-05-16 min.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51

PAMPILHOSENSE SURPREENDE EM GAVINHOS

por ultraserranos4605, em 09.05.16

UNIÃO FC - PAMPILHOSENSE

União FC - Pampilhosense 29ª J DH 07-05-16 1.jpg

 

29ª Jornada da divisão de Honra da AF Coimbra

Estádio: Campo da Feira Nova em Gavinhos

Assistência: cerca de 150 espetadores

Árbitro: Diogo Santos

Assistentes: Renato Carvalho e João Henriquez

Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Flávio Salgado, Carapau, Carlos Lima, Galego, David Gonçalves, Gravata, Ricky, David Lopes (Cristiano 80m), Ratana e Valada.

Suplentes não utilizados: Folhas e Nuno Batista

Treinador: Carlos Alegre

 

União FC:

Gonçalo, Batista, Danilo, Bruno Costa (André 45m), Joel, Rodrigo (Jessi Tatti 65m), Reinaldo, Yuiri, Marcos, Rui Pereira e Bruno (Hernâni 80m).

Suplentes não utilizados: Telmo, Balackov e Pedro Alves.

Treinador: Cláudio Garcia

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Galego 62m, Caros Lima 64m, Valada 72m e Carapau 84m (Pampilhosense); Batista 27m,Danilo 42m e Jessi Tatti 76m (União FC).

Vermelhos diretos: Gravata 90+3m (Pampilhosense); Joel 90+6mm (União FC).

 

Golos: Ratana 43m, Ricky 60m e Valada 63m (Pampilhosense); André 87m e Iuri 90+1m (União FC)

 

União FC - Pampilhosense 29ª J DH 07-05-16 3.jpg

 

A realizar uma boa fase final de temporada, o Pampilhosense queria continuar no trilho dos bons resultados e surpreender em Gavinhos, para assim subir na tabela classificativa. Mas do outro lado estava um União FC que queria vencer perante os seus adeptos para continuar na luta pelo segundo posto e consequente acesso a Taça de Portugal.

 

União FC - Pampilhosense 29ª J DH 07-05-16 2.jpg

 

Tal como o tempo, muito cinzento e chuvoso, assim foi a primeira parte. Jogo muito disputado na zona intermediária e sem grandes situações de perigo juntos das balizas de João Pedro e Gonçalo. O primeiro sinal de algum perigo surgiu apenas à passagem da meia hora, para o União FC, num remate do meio da rua de Reinaldo a que João Pedro respondeu com uma defesa atenta. A resposta serrana aconteceu três minutos depois, também de forma tímida, depois de uma perda de bola da defensiva da casa com Ratana a não aproveitar a oferta ao rematar ao lado da baliza. Mas a terminar o primeiro tempo, aos 43m, num livre cobrado por Gravata e que parecia sem grande perigo, o guardião do União FC não se entendeu com o seu companheiro e Ratana, oportuno, aproveitou a oferta para fazer de cabeça o primeiro golo no encontro e adiantar o Pampilhosense.

 

União FC - Pampilhosense 29ª J DH 07-05-16 4.jpg

 

O União FC surgiu do intervalo a arriscar no ataque, expondo o seu sector mais recuado a rápidas jogadas de ataque que o Pampilhosense tentava desenhar. Mas foi de bola parada, aos 60m, que os serranos voltam a surpreender os seus opositores com o segundo golo. Na sequência de um pontapé de canto marcado para a pequena área, a defensiva do União FC não conseguiu afastar o perigo e Ricky foi mais esclarecido e aumentou a vantagem para a sua equipa. O Pampilhosense estava a surpreender frente a um União FC incapaz de encontroar forma de ultrapassar a organização defensiva serrana. E, pouco depois do segundo golo, o Pampilhosense ainda iria colocar maior surpresa no resultado quando voltou a ampliar a vantagem para 3-0! Aos 63m, numa rápida jogada de ataque, Gravata lançou Valada e este acreditou e rematou forte, a bola até foi à figura de Gonçalo mas o guardião da casa não estava em tarde inspirada e abordou de forma errada o lance permitindo o terceiro tento pampilhosense. Era grande a surpresa no Campo da Feira Nova, mas o Pampilhosense justificava a vantagem. No entanto o União FC, que nunca entregou os pontos, chegou a colocar em perigo uma vitória que já parecia segura para o Pampilhosense. Na fase final do encontro os da casa apontaram dois golos, e reduziram a desvantagem para a diferença mínima. O primeiro golo surgiu aos 87m, depois de um excelente passe para a esquerda que deixou André sozinho e este não desperdiçou a ocasião. Aos 91m o Pampilhosense facilitou na esquerda, permitiu o cruzamento tenso, o guardião João Pedro ainda evita o golo numa primeira defesa, mas a bola sobra para Iuri que no coração da grande área finaliza e faz acreditar numa recuperação memorável. Mas tal não aconteceu nos minutos que restavam de compensação. O que aconteceu foi uma expulsão para cada lado, primeiro para Gravata do Pampilhosense, depois para Joel do União FC.

 

União FC - Pampilhosense 29ª J DH 07-05-16 5.jpg

 

O Pampilhosense realizou uma partida de grande carácter num campo sempre difícil para as equipas visitantes. A equipa serrana foi a que menos errou e, beneficiando também dos erros adversários, surpreendeu o União FC ao chegar a uma vantagem de 3-0. A turma da casa ainda reagiu na fase final do encontro, ao reduzir para a diferença mínima, mas era já tarde para alcançar outro resultado que, diga-se de passagem, não fez por merecer.

 

O trio de arbitragem fez um trabalho regular num jogo que, principalmente no segundo tempo, não foi fácil de dirigir pois teve momentos de grande tensão entre os jogadores.

 

Resultados:

Febres 1-0 Penelense

Silva

 

Os Águias 0-1 Académica OAF B

Marcelo

 

Cova Gala – Vinha da Rainha (adiado)

 

Carapinheirense 2-2 Lagares da Beira

Branco e Seidy (CDC); João Paulo e Nuno (LB)

 

Vigor Mocidade 2-2 Ançã FC

Rui Costa e Serginho (VM); André Lisboa (2) (AFC)

 

União FC 2-3 Pampilhosense

André e Iuri (UFC); Ratana, Ricky e Valada (GDP)

 

Sourense 2-2 Condeixa

Valdir e Estanqueiro (GDS); Renato e Pita (Con)

 

Eirense 1-0 Poiares

Geovanne

 

Classificação:

Class DH 29ªJ 07-05-16 min.jpg

 

Ultima Jornada:

Penelense – Os Águias

Vinha da Rainha – Febres

Lagares da Beira – Cova Gala

Ançã FC – Carapinheirense

Pampilhosense – Vigor Mocidade

Condeixa – União FC

Poiares – Sourense

Académica OAF B – Eirense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:59

PAMPILHOSENSE TRAVOU SONHO DO SOURENSE

por ultraserranos4605, em 02.05.16

PAMPILHOSENSE - SOURENSE

Pampilhosense - Sourense 28ªJ DH 01-05-16 1.jpg

 

28ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: Cerca de 200 espetadores

Árbitro: João Martins

Assistentes: Fábio Monteiro e Nuno Roque

Ao intervalo: 1-0

 

Pampilhosense:

João Pedro, Tavares, Carlos Lima, Carapau, Flávio Salgado, David Gonçalves, Gravata, Ricky, Ricardo Almeida (David Lopes 71m), Galego (Ratana 62m) e Valada (Cristiano 88m).

Suplentes não utilizados: Folhas, e Nuno Batista

Treinador: Carlos alegre

 

Sourense:

Ivo, Zé Dias (Eric 19m), Rui Dias, Edu, Reis (Lima 72m), Xuna, Estanqueiro, Relvão, Dani Alves (Valdir 45m), Fachada e Mário Brito.

Suplentes não utilizados: João Fonseca, Marcos, Luís Borges e Samuel.

Treinador: Rafael Silva

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Galego 40m, Ricardo Almeida 64m, David Lopes 87m Ratana 92m e Carlos Lima 97m (Pampilhosense); Edu 28m, Estanqueiro 39m, Xuna 79m, Eric 82m e Fachada 87m (Sourense).

 

Vermelhos diretos: Marcos 81m no banco (Sourense)

 

Golos:

Valada 13m (Pampilhosense); Lima 83m (Sourense).

 

Pampilhosense - Sourense 28ªJ DH 01-05-16 2.jpg

 

Depois de três triunfos consecutivos o Pampilhosense queria manter a senda das vitórias e tentar surpreender um Sourense que ainda aspirava ao título. A tarefa pampilhosense não era fácil, pois os de Soure não queriam entregar o campeonato ao Carapinheirense e, para tal não acontecer, era preciso somar os três pontos.

 

Pampilhosense - Sourense 28ªJ DH 01-05-16 3.jpg

 

A equipa de Soure talvez tenha acusado a obrigação de vencer para continuar a alimentar o sonho do título, e não conseguiu explanar todo o seu futebol no primeiro tempo, entrando bastante nervosa, o que se reflectiu ainda mais no decorrer da segunda parte. Alheio a tudo isso, o Pampilhosense aproveitou e entrou melhor no encontro, adiantando-se no marcador logo à passagem dos 13m, depois de um excelente passe de Ricardo Almeida que deixou Valada isolado e, na cara de Ivo, a finalizar com toda a tranquilidade. O Sourense não conseguia reagir a desvantagem e o Pampilhosense voltou a ameaçar, aos 29m, na sequência de um livre com Gravata quase a surpreender Ivo, valeu a atenção do guardião visitante. Só aos 36m o Sourense criou uma situação de perigo para a baliza de João Pedro. Depois de um passe cumprido Fachada rematou cruzado mas o guarda-redes da casa fez uma boa defesa. O intervalo chegou e o Pampilhosense chegou em vantagem depois de aproveitar a melhor oportunidade de golo dos primeiros 45m.

 

Pampilhosense - Sourense 28ªJ DH 01-05-16 4.jpg

 

Na segunda metade o Sourense foi mais perigoso, enquanto o Pampilhosense tentou segurar a vantagem no marcador. A equipa visitante tinha e circulava melhor a bola, e a primeira oportunidade aconteceu aos 60m, depois de Estanqueiro fugir a defensiva da casa e rematar forte, valeu ao Pampilhosense João Pedro a ser corajoso e efectuar uma excelente defesa. A equipa serrana tentou sacudir a pressão e, aos 75m, depois de uma boa jogada de ataque, Ricky na entrada da grande área fez o chapéu mas Ivo, com uma enorme intervenção, evitou o segundo golo pampilhosense. A equipa de Soure continuava a pressionar e Estanqueiro volta a estar próximo do golo, aos 78m, num cabeceamento a que obrigou João Pedro a uma grande intervenção. O golo não surgia e com o adiantar do tempo a equipa do Sourense começou a ficar ainda mais nervosa, o que ficou bem claro com os ânimos mais acesos entre os elementos do banco de suplentes e o árbitro da partida. Até que, aos 83m, o empate vai surgir! Estanqueiro cruzou largo da esquerda e Lima cabeceou com convicção não dando hipótese de defesa a João Pedro. O Sourense continuou a acreditar no único resultado que o mantinha ligado ao título, mas a equipa serrana conseguiu suster a pressão adversária e manter o empate.

 

Pampilhosense - Sourense 28ªJ DH 01-05-16 5.jpg

 

Jogo de nervos para a equipa do Sourense com o Pampilhosense a aproveitar para chegar ao intervalo em vantagem no marcador de forma justa. Na segunda metade os serranos tentaram segurar a vantagem, mas o Sourense foi mais perigoso e chegou à igualdade na reta final do desafio. Os de Soure ainda tentaram chegar ao triunfo, mas pela frente encontrou um Pampilhosense decidido e empenhado em travar o Sourense.

 

O trio de arbitragem foi bastante contestado pelos visitantes, principalmente no segundo tempo, altura em que os ânimos aqueceram entre essas duas equipas. Mas no global o trabalho foi regular, com um ou outro erro mas sem influência no resultado.

 

Como nota final, o Pampilhosense saúda o novo campeão da divisão de honra, Carapinheirense, pela boa prestação ao longo da temporada e que culminou com o merecido título de campeão.

 

Resultados:

Os Águias 0-1 Febres

Kevin

 

Penelense 7-0 Cova Gala

Samuel, Sulce (3) e Lélé (3)

 

Vinha da Rainha 0-4 Carapinheirense

Faria (2), Alex e Cleiton

 

Lagares da Beira 1-3 Vigor Mocidade

Diogo (LB); Rui Costa (2) e Miguel Craveiro (VM)

 

Ançã FC 1-2 União FC

Quim (AFC); Rui Pereira e Bruno (UFC)

 

Pampilhosense 1-1 Sourense

Valada (GDP); Lima (GDS)

 

Condeixa 1-0 Eirense

Palmeirão

 

Poiares 0-4 Académica OAF B

João Vitór, Rosas, Gil e Fernando

 

Classificação:

Class DH 28ªJ 01-05-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Os Águias – Académica OAF B

Febres – Penelense

Cova Gala – Vinha da Rainha

Vigor Mocidade – Ançã FC

União FC – Pampilhosense

Sourense - Condeixa

Eirense – Poiares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:56

ENTRAR A PERDER MAS ACABAR A GANHAR!

por ultraserranos4605, em 26.04.16

EIRENSE - PAMPILHOSENSE

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 1.jpg

 

27ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio: Campo Vale do Fojo em Eiras

Assistência: cerca de 100 espetadores

Árbitro: Fábio Oliveira

Ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Ricardo Almeida, Carapau, Carlos Lima (Cristiano 85m), Flávio Salgado, David Gonçalves, Gravata, Ricky, David Lopes (Tavares 90m), Ratana e Valada (Galego 64m).

Suplentes não utilizados: Folhas e Nuno Batista.

Treinador: Carlos Alegre

 

Eirense:

Marco Santos, Freixo, Dias, Nuno, Rebelo, Fifa, Cuca. Geovane (Balteiro 73m). Teles, Afonso (Antunes 65m) e Serginho (Cerveira 86m).

Suplentes não utilizados: Goulão

Treinador: Franquelim Carvalho

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Valada 6m, Gravata 15m, Carapau 58m, Ricky 71m e Ratana 89m (Pampilhosense). Teles 80m, Fifa 90m e Nuno 92m (Eirense).

 

Golos: Carlos Lima 27m e Ratana 93m (gp) (Pampilhosense); Teles 10m (Eirense).

 

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 2.jpg

 

Antes desta jornada Pampilhosense e Eirense estavam separados por apenas três pontos na tabela classificativa, com vantagem para o conjunto de Pampilhosa da Serra. Num terreno onde o Pampilhosense encontra sempre muitas dificuldades, o objectivo passava por tentar somar o terceiro triunfo consecutivo e cimentar a posição na classificação. O mesmo pretendia o Eirense, que a jogar em casa, não queria desperdiçar a oportunidade para somar mais um triunfo.

 

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 3.jpg

 

O Pampilhosense não entrou bem na partida e o Eirense, que entrou mais pressionante, vai chegar a vantagem depois de um passe cumprido de Nuno para Teles que na cara de João Pedro fez o golo, estavam decorridos 10m. O Pampilhosense tem uma tímida reacção, aos 17m, num remate espontâneo de Ratana que obrigou Marco Santos a uma defesa apertada. No entanto, o empate acabou mesmo por surgir à passagem dos 27m, depois de Ricky cruzar da esquerda e Carlos Lima cabecear com toda a convicção e não dar hipótese de defesa ao guardião adversário. O Eirense respondeu pouco depois, aos 31m, novamente com Teles a rematar, desta feita ao poste da baliza na marcação de um livre direto. No minuto seguinte os da casa voltam a ameaçar, Cuca aparece solto na grande área e atira forte mas João Pedro defendeu bem. O intervalo chegou com as duas equipas empatadas a uma bola depois de 45m bem disputados.

 

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 4.jpg

 

A segunda metade voltou a ser disputada com boa intensidade, mas a primeira situação de perigo só aconteceu aos 73m e para o Eirense, Teles beneficia de um ressalto que o deixa isolado, mas o guardião João Pedro volta a estar em evidência. O Pampilhosense estava com dificuldades em criar oportunidades de golo e volta a ser o Eirense a chegar a baliza de João Pedro com perigo, aos 81m, com Balteiro a tentar oferecer o golo a Teles, valendo ao Pampilhosense Carapau que interceptou o passe no momento certo. Até que aos 92m Ricky é mais rápido que o seu opositor a chegar a bola e é derrubado em falta no interior da grande área do Eirense. Grande penalidade assinalada e Ratana, chamado a converter, não tremeu e deu vantagem ao Pampilhosense. Mas ainda restavam alguns minutos para jogar e o Eirense ainda dispôs de uma ocasião para empatar! Aos 96m num livre perigoso apontado para a grande área serrana, Teles aparece a cabecear na pequena área mas João Pedro responde com uma boa defesa e garante o triunfo do Pampilhosense.

 

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 5.jpg

 

Foi um jogo difícil para o Pampilhosense que reagiu bem a desvantagem ainda cedo. O Eirense foi uma equipa que lutou sempre pelo triunfo, criou algumas ocasiões, mas encontrou um Pampilhosense determinado e que acabou por chegar ao triunfo numa grande penalidade em período de compensação.

 

Eirense - Pampilhosense 27ªJ DH 24-04-16 6.jpg

 

O trio de arbitragem cometeu vários erros em prejuízo de ambas as equipas. Decidiu bem na marcação da grande penalidade.

 

Resultados:

Académica OAF B 4-0 Febres

Faustino, Gil (2) e João Vitor

 

Cova Gala 3-1 Os Águias

Patego, Mota e Zé Duarte (CG); Luís Pedro (Águ)

 

Carapinheirense 1-0 Penelense

Branco

 

Vigor Mocidade 1-4 Vinha da Rainha

Hugo (pb) (VM); David, João Marque (2) e Nelson (VR)

 

União FC 0-0 Lagares da Beira

 

Sourense 3-0 Ançã FC

Fachada (2) e Estanqueiro

 

Eirense 1-2 Pampilhosense

Teles (UCE); Carlos Lima e Ratana (GDP)

 

Poiares 2-0 Condeixa

Videira e Quim

 

Classificação:

Class DH 27ªJ 24-04-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Os Águias – Febres

Penelense – Cova Gala

Vinha da Rainha – Carapinheirense

Lagares da Beira – Vigor Mocidade

Ançã FC – União FC

Pampilhosense – Sourense

Condeixa – Eirense

Poiares – Académica OAF B

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

PAMPILHOSENSE - POIARES

Pampilhosense - Poiares 26ªJ DH 17-04-16 1.jpg

 

26ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 100 espetadores

Árbitro: Diogo Silva

Assistentes: Luís Jesus e Rodrigo Ventura

Ao intervalo: 2-0

 

Pampilhosense:

João Pedro, Carapau, Carlos Lima, Cristiano, Flávio Salgado, David Gonçalves, Ricky, David Lopes, Ratana, Galego e Valana (Nuno Batista 86m).

Suplentes não utilizados: Folhas, Figueiredo e Ricardo Almeida

Treinador: Carlos Alegre

 

Poiares:

Gui, Abel, Vasco, Mika, Xi, Bernardo, Pimenta (Fábio 72m), Narito, Miguel, Igor (Tó Rodrigues) e Quim (Morsa 54m).

Suplentes não utilizados: Sérgio, Samy, Julinho e Marcos.

Treinador: Luís Girão

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Carlos Lima 79m, Figueiredo 80m e Cristiano 92m (Pampilhosense); Miguel 16m, Abel 34m e Igor 40m (Poiares).

 

Golos: Flávio Salgado 31m e 81m, Ratana (pen) 34m (Pampilhosense)

 

Pampilhosense - Poiares 26ªJ DH 17-04-16 2.jpg

 

Apesar das limitações que o plantel serrano atravessa, com lesões e castigos, a jogar em casa a equipa queria somar a segunda vitória consecutiva no campeonato e cimentar uma posição tranquila na tabela. Mas do outro lado estava um Poiares motivado pela estreia de um novo treinador e com a intenção de somar pontos na luta pela manutenção.

 

Pampilhosense - Poiares 26ªJ DH 17-04-16 3.jpg

 

E logo nos primeiros segundos a equipa serrana construiu a primeira oportunidade de golo, Ricky cruzou da direita e Valada apareceu ao primeiro poste a rematar para boa defesa de Gui. Parecia estar dado o mote para uma boa partida de futebol, mas não foi isso que aconteceu. O jogo entrou numa toada morna e embrulhada, sem que as duas equipas conseguissem desenhar boas jogadas de ataque. E foi preciso recorrer as bolas paradas para se ver acção nas balizas, neste caso apenas na baliza visitante. Aos 31m Flávio Salgado cobrou um livre direto de forma exemplar e colocou o Pampilhosense em vantagem no marcador. Pouco depois, aos 34m, Galego cruzou e Vasco tocou a bola com a mão no interior da grande área, grande penalidade que Ratana não desperdiçou para colocar o Pampilhosense a vencer por 2-0. E a primeira parte resume-se a estes três lances!

 

Pampilhosense - Poiares 26ªJ DH 17-04-16 4.jpg

 

A segunda metade não foi muito melhor em termos de espectáculo. O Pampilhosense tentou gerir a vantagem no marcador enquanto o Poiares apareceu mais atrevido no ataque. Aos 68m os visitantes ameaçam, Morsa aparece em boa posição pela direita e remata para uma boa defesa de João Pedro. O Poiares voltou a criar perigo aos 77m, na sequência de um pontapé de canto, com Vasco a cabecear, ao segundo poste, mas João Pedro responde com uma enorme intervenção e mantém a vantagem de dois golos. Até que, aos 81m, o Pampilhosense vai colocar um ponto final na partida, com Flávio Salgado, num pontapé de ressaca de fora da grande área depois de um livre lateral, a bisar e fazer o 3-0 final. A partir daqui, foi apenas aguardar o ultimo apito para confirmar o triunfo pampilhosense.

 

Pampilhosense - Poiares 26ªJ DH 17-04-16 5.jpg

 

Não foi uma partida exuberante em termos técnicos e tácticos. Mas o Pampilhosense fez o suficiênte para levar de vencida um Poiares que, na segunda parte, ainda ameaçou e tentou reentrar na discussão do resultado. Mas as bolas paradas ditaram o merecido triunfo do Pampilhosense, que aproveitou bem três lances para fazer os três golos.

 

O trio de arbitragem não esteve imaculado de erros, mas sem influencia no resultado final.

 

Resultados:

Febres 3-2 Cova Gala

Henrique (2) e João André (Feb); Tuca e Patego (CV)

 

Os Águias 0-1 Carapinheirense

Gustavo

 

Penelense 0-0 Vigor Mocidade

 

Vinha da Rainha 1-2 União FC

 

Lagares da Beira 0-2 Sourense

Rui Borges e Lima

 

Ançã FC 2-1 Eirense

Nazaré e Valter Silva (AFC); Geovane (UCE)

 

Pampilhosense 3-0 Poiares

Flávio Salgado (2) e Ratana

 

Condeixa 1-0 Académica OAF B

Pita

 

Classificação:

Class DH 26ªJ 17-04-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Académica OAF B – Febres

Cova Gala – Os Águias

Carapinheirense – Penelense

Vigor Mocidade – Vinha da Rainha

União FC – Lagares da Beira

Sourense – Ançã FC

Eirense – Pampilhosense

Poiares – Condeixa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16

ALMA SERRANA PARA CHEGAR A VITÓRIA

por ultraserranos4605, em 11.04.16

CONDEIXA - PAMPILHOSENSE

Condeixa - Pampilhosense 25ªJ DH 09-04-16 1.jpg

 

25ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Condeixa-a-Nova

Assistência: cerca de 80 espetadores

Árbitro: Vítor Mendonça

Ao intervalo: 2-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Ricardo Almeida, Carapau, Carlos Lima, Tavares, Flávio Salgado, David Gonçalves, Ricky, Valada (Nuno Batista 93m), Galego e Ratana.

Suplenetes não utilizados: Figueiredo

Treinador: Carlos Alegre

 

Condeixa:

Manu, Luís Jorge, Diogo Azevedo, Crachat, Cardoso, Renato santos, Telmo (Leandro 37m), Carlos Paulo, Filipe Pita (Marcelo 86m), Palmeirão (Nelson 80m) e Tenente.

Suplentes não utilizados: Rubén, Ricardo Castro, Fernando e Zé Silva

Treinador: Bruno Conceição

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Tavares 25m, Galego 71m, Valada 76m, Carlos Lima 77m, Ricky 84m, Carapau 86m, Ricardo Almeida 93m e Flavio Salgado 93m (Pampilhosense); Crachat 23m, Cardoso 38m, Diogo Azevedo 48m e Carlos Paulo 65m (Condeixa).

 

Golos: Ratana 39m (gp), Galego 49m, Valada 75m e Ricky 77m (Pampilhosense); Palmeirão 6m, Pita 11m e Nelson 81m (Condeixa)

 

Em jogo antecipado para sábado, Pampilhosense e Condeixa queriam regressar aos triunfos. A equipa serrana, muito desfalcada para este encontro, sabia que não podia desperdiçar a oportunidade de somar os três pontos, com o perigo de cair em “águas perigosas”! Já o Condeixa, a jogar perante os seus adeptos, queria cimentar a posição e se possível subir na tabela.

 

Condeixa - Pampilhosense 25ªJ DH 09-04-16 2.jpg

 

A equipa serrana começou muito mal o encontro e aos 11m já perdia por 2-0. O Condeixa conseguiu baralhar o Pampilhosense nos instantes iniciais, e com isso chegou a vantagem logo aos 6m, depois de um passe para as costas da defensiva serrana a isolar Pita que de chapéu fez o golo. Pouco depois, aos 11m, passividade da equipa pampilhosense e num lance de insistência Pita cruza e Palmeirão faz de cabeça o segundo golo. Aos poucos a equipa do Pampilhosense conseguiu encontrar o equilíbrio necessário para dividir a partida. Aos 37m surge o primeiro lance de perigo, com Ratana a rematar de fora da área para Manu efectuar uma boa intervenção pela linha final. Na marcação do pontapé de canto Cardoso comete uma infracção dentro da grande área sobre Ratana, que resulta em grande penalidade. Chamado a converter, Ratana não desperdiçou e reduziu para a diferença mínima. Antes do apito final do primeiro tempo, nota para um cabeceamento perigos de Ricardo Almeida depois de um pontapé de canto.

 

Condeixa - Pampilhosense 25ªJ DH 09-04-16 3.jpg

 

A equipa do Pampilhosense veio do descanso completamente transfigurada e, logo no primeiro minuto, mostrou que estava disposta a discutir o resultado ao criar uma óptima chance por Valada que rematou cruzado para defesa de Manu. Mas o empate acabou por surgir pouco depois, com Ricardo Almeida a cobrar um livre e Galego a cabecear para o fundo das redes de Manu. A resposta da equipa da casa aconteceu no minuto seguinte também de bola parada, com Pita a cabecear para uma excelente intervenção de João Pedro. A partir daqui a equipa do Condeixa criou alguns lances de maior aperto para a defensiva pampilhosense, que ia conseguindo resolver os problemas com maior ou menor dificuldade. Isto até ao minuto 70, altura em que o Pampilhosense sacode um pouco a pressão ao criar uma excelente ocasião para marcar, Valada isolou Galego pela direita mas este não conseguiu enganar Manu. Mas o aviso estava dado e aos 75m, numa excelente jogada de ataque do Pampilhosense, Ricardo Almeida serve Valada e este não desperdiçou no cara-a-cara com Manu. Estava consumada a cambalhota no marcador a favor do Pampilhosense, que não ia ficar por aqui, porque dois minutos depois Ricky, num lance de pura força, ultrapassa a linha defensiva local e, isolado, bate Manu fazendo o 4-2. O Condeixa ainda teve força para reduzir e acreditar em outro resultado para os instantes finais, quando aos 81m, na marcação de um canto, Nelson desvia ao primeiro poste e faz o golo. Mas até final a equipa do Pampilhosense não mais se desequilibrou e bem segura defensivamente conseguiu segurar um triunfo que parecia impossível.

 

Condeixa - Pampilhosense 25ªJ DH 09-04-16 4.jpg

 

Foi grande a reacção do Pampilhosense aos dois golos sofridos logo nos instantes iniciais. A equipa serrana conseguiu virar um resultado de 2-0 para 4-2, num jogo de loucos e que parecia completamente condenado ao insucesso depois de uma desvantagem de dois golos aos 11m de jogo. Três importantes pontos para uma equipa que sai de Condeixa mais “equipa” depois de tantas adversidades.

 

O trio de arbitragem teve um trabalho regular num jogo intenso e que nem sempre foi fácil de dirigir. Apenas parece ter exagerado um pouco no capítulo disciplinar.

 

Como nota final, está foi uma vitória que o grupo de trabalho dedica inteiramente ao presidente.

 

Resultados:

Académica OAF B 3-0 Cova Gala

Gil, João costa e Rosas

 

Carapinheirense 3-0 Febres

Cleiton, Seidy e Branco

 

Vigor Mocidade 3-0 Os Águias

Luís Pedro, Zé Augusto e Miguel Craveiro

 

União FC 2-0 Penelense

Rui Pereira e Jessi Tati

 

Sourense 3-0 Vinha da Rainha

Fachada (2) e Mário Brito

 

Eirense 3-1 Lagares da Beira

Teles, Afonso e Balteiro (UCE); João Costa (LB)

 

Poiares 1-6 Ançã FC

António Rodrigues (ADP); Sérgio Marques, Valter Silva (2), João Pintos, Pacheco e Renato Oliveira (AFC)

 

Condeixa 3-4 Pampilhosense

Pita, Palmeirão e Nelson (Con); Ratana, Galego, Valada e Ricky (GDP)

 

Classificação:

Class DH 25ªJ 09-04-16 min.jpg

Próxima Jornada:

Febres – Cova Gala

Os Águias – Carapinheirense

Penelense – Vigor Mocidade

Vinha da Rainha – União FC

Lagares da Beira – Sourense

Ançã FC – Eirense

Pampilhosense – Poiares

Condeixa – Académica OAF B

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:54

PAMPILHOSENSE COMEÇOU A GANHAR MAS ACABOU A PERDER

por ultraserranos4605, em 04.04.16

PAMPILHOSENSE - ACADÉMICA OAF B

Pampilhosense - Académica OAF B 24ªJ DH 03-04-16

 

24ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: Cerca de 100 espetadores

Árbitro: Ana Paula Teixeira

Assistentes: Ana Gaspar e Paulo Avô

Ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Tavares (Cristiano 88m), Carlos Lima, Carapau, Flávio salgado, David Gonçalves, Gravata (David Lopes 80m), Ricky, Ratana, Galego (Figueiredo 65m) e Valada.

Suplentes não utilizados: Nuno Batista e Ricardo Almeida

Treinador: Carlos Alegre

 

Académica OAF B:

Luís, Seco, Neves, Marcelo, Fernando, Vumi, Faustino, João Costa (Oliveira 71m), Gil, Rosas e João Vitor (Delmar 85m).

Suplentes não utilizados: Bogalho, João Pinto e Diogo.

Treinador: João Gabriel

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Ricky 96m (Pampilhosense); Neves 79m e Marcelo 84m (Académica OAF B).

Vermelhos diretos: Gravata 95m (Pampilhosense); Delmar 93m (Académica OAF B).

 

Golos: Valada 22m (Pampilhosense); Gil 25m e Rosas 57m (Académica OAF B)

 

Pampilhosense - Académica OAF B 24ªJ DH 03-04-16

 

Pampilhosense e Académica OAF B estavam separados na tabela por apenas dois pontos, sendo que os serranos vinham de resultados favoráveis em casa nos últimos jogos, enquanto os estudantes pretendiam regressar aos triunfos depois de sete jogos sem vencer.

 

Pampilhosense - Académica OAF B 24ªJ DH 03-04-16

 

E foi a turma de Coimbra que construiu a primeira situação de perigo, logo aos 10m, depois de um excelente passe de Rosas a isolar João Costa, mas este a rematar ao lado. A resposta do Pampilhosense só surgiu aos 22m e resultou em golo! A jogada foi bem desenhada com Ratana a servir Ricky na linha final, este ofereceu a Valada a ocasião para fazer um excelente golo num remate de primeira. Em desvantagem a Académica OAF B demorou pouco tempo a responder, aos 25m Vumi ganhou a bola em zona central, embora pareça em falta, e serviu Gil que correu para a baliza e rematou cruzado igualando o encontro. O jogo continuou bem dividido e até final do primeiro tempo apenas um lance de verdadeiro perigo, aos 43m, e criado pelo Pampilhosense. O guardião Luís não ganhou uma bola dividida com Galego e, Ratana, de fora da grande área aproveitou o ressalto para atirar ao poste, na recarga Ricky não fez melhor e rematou contra um defensor.

 

Pampilhosense - Académica OAF B 24ªJ DH 03-04-16

 

Na segunda parte ambas as equipas entraram com a disposição de chegar a vantagem. E o primeiro sinal de perigo aconteceu para os visitantes, aos 55m, depois de Gil servir na direita João Vitor que sozinho rematou para boa defesa de João Pedro. Mas dois minutos depois, num livre direto apontado por Rosas bem do meio da rua, o jogador estudantil remata cheio de confiança e coloca a Académica OAF B pela primeira vez em vantagem no marcador. O Pampilhosense respondeu de pronto, aos 59m, através de Ricky também do meio da rua, a bola saiu com perigo mas ao lado da baliza de Luís. Até final a equipa serrana foi sempre a mais pressionante, levou várias vezes a bola a grande área adversária, mas o golo do empate não surgiu. Bem, o golo até surgiu, com Ratana a servir muito bem Valada e este a introduzir a bola na baliza de Luís, mas o lance foi prontamente invalidado pelo auxiliar por fora de jogo que claramente não existiu. Alheia a isto tudo a Académica OAF B, bem fechada no seu meio campo, conseguiu segurar o triunfo apesar de Delmar ter sido expulso já em período de compensação por agressão a David Lopes.

 

Pampilhosense - Académica OAF B 24ªJ DH 03-04-16

 

Foi um jogo muito dividido, de domínio repartido e com um Pampilhosense que por momentos parece ter “desligado a ficha”! Na primeira parte a equipa da casa teve momentos de grande apatia, mas mesmo assim construiu duas claras oportunidades para marcar, concretizando uma. O mesmo aconteceu com os estudantes, duas ocasiões e um golo! Na segunda metade a Académica OAF B marcou cedo e passou a jogar ainda mais na expectativa, depois cabia ao Pampilhosense correr atrás do prejuízo mas faltou maior clareza e objectividade no último terço.

 

Não foi uma tarde feliz para a equipa de arbitragem. Ana Paula Teixeira deixou jogar em demasia, deixando passar algumas infracções que não deveria ter acontecido, exemplo disso é o lance do primeiro golo da Académica OAF B, lance que começa com uma falta de Vumi sobre Gravata! Também não esteve bem auxiliada, pois a assistente Ana Gaspar cometeu demasiados erros e, em algumas vezes, foi necessário ser corrigida pela sua chefe de equipa. No lance do primeiro golo dos estudantes ficou a dúvida no momento do passe de Vumi, se Gil estaria já em posição adiantada. Mas dúvidas não há, quando na segunda parte foi invalidado um golo a Valada por fora de jogo, num lance em que nem é preciso analisar a jogada em linha para não ter dúvidas de que é totalmente regular.

 

Resultados:

Cova Gala 1-2 Carapinheirense

Lambreta (CV); Seidy e Branco (Car)

 

Febres 0-0 Vigor Mocidade

 

Os Águias 0-6 União FC

 

Penelense 1-0 Sourense

Sulce

 

Vinha da Rainha 1-2 Eirense

Esteves (VR); Teles e Afonso (UCE)

 

Lagares da Beira 2-0 Poiares

Diogo Costa (2)

 

Ançã FC 3-2 Condeixa

Renato Oliveira e Sérgio Marques (2) (AFC); Cardoso e Telmo (Con)

 

Pampilhosense 1-2 Académica OAF B

Valada (GDP); Gil e Rosas (AAC OAF B)

 

Classificação:

Class DH 24ªJ 03-04-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Académica OAF B – Cova Gala

CArapinheirense – Febres

Vigor Mocidade – Os Águias

União FC – Penelense

Sourense – Vinha da Rainha

Eirense – Lagares da Beira

Poiares – Ançã FC

Condeixa – Pampilhosense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20

VITÓRIA FUGIU NO ULTIMO INSTANTE

por ultraserranos4605, em 21.03.16

PAMPILHOSENSE - ANÇÃ FC

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 1.jpg

 

23ª Jornada da Divisão de Honra da AF Coimbra

Estádio Municipal da Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 200 espetadores

Arbitro: Gonçalo Ribeiro

Assistentes: Luís Santos e José Oliveira

Ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

Folhas, Ricardo Almeida, Carapau, Carlos Lima, Rabeca (Ratana 40m), David Gonçalves, Gravata, Flávio Salgado, Ricky, Valada (David Lopes 71m) e Galego (Tavares 85m).

Suplentes não utilizados: João Pedro, Cristiano, Nuno Batista e Figueiredo

Treinador: Carlos Alegre

 

Ançã FC:

João Malva, Nazaré, João Miguel, Ricardo Costa, Sergio Marques, Gabriel Veloso André Lisboa 85m), Tomas Cordeiro, João Pinto, Valter Silva (Tanaka 70m), Rodrigo Santos e Renato Oliveira.

Suplentes não utilizados: Ricardo Dinis, Rui Silva, Miguel Neves, João Carlos e Nuno Santos

Treinador: Pedro Fonseca

 

Ação disciplinar: Ricky 27m e Ratana 75m (Pampilhosense)

 

Golos: Ratana 45m e Ricky 78m (Pampilhosense); Tomás Cordeiro 17m e Tanaka 93m (Ançã FC).

 

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 2.jpg

 

Ainda só com vitórias em casa na segunda volta do campeonato, o Pampilhosense queria prosseguir esse caminho e somar o terceiro triunfo consecutivo e cimentar a posição na tabela. Já o Ançã FC, em recuperação na tabela, ambicionava os três pontos e aproximar-se do conjunto serrano na tabela.

 

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 3.jpg

 

O Pampilhosense não entrou bem na partida, apesar de ter lhe ter cabido a primeira situação de perigo, aos 12m, quando Galego entrou na grande área com João Malva a tapar bem baliza. E foi sem grande surpresa que, aos 17m, os visitantes chegam a vantagem num lance em que a defensiva da casa facilitou. A assistência foi de Valter Silva que serviu Tomás Cordeiro para este rematar a contar. Só na fase final do primeiro tempo o Pampilhosense consegue equilibrar e, fruto disso, vai chegar ao empate ao cair do pano para o descanso. Aos 45m, num ataque rápido, Galego combinou com Valada que entrou na grande área para oferecer, de bandeja, o golo a Ratana que não desperdiçou.

 

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 4.jpg

 

No segundo tempo assistiu-se a uma partida bastante aberta, em que a equipa serrana surgiu diferente, para melhor, e construiu várias jogadas de perigo para a baliza de João Malva. Logo no seguimento do pontapé de saída Ratana vai surgir na esquerda e oferece o golo a Ricky que, na pequena área, rematou fraco para as mãos de João Malva. Aos 53m foi Valada a surgir pela esquerda a cruzar atrasado para Ratana, na zona de grande penalidade, atirar por cima. O Ançã FC esboça uma reacção, aos 55m, quando Rodrigo Santos cruza da esquerda para João Pinto, bem posicionado no interior da área, rematar por cima. Mas era o Pampilhosense a melhor equipa em campo e, aos 71m, Ratana isola Galego e este remata para uma excelente intervenção de João Malva. A equipa serrana tanto pressionou que acabou por conseguir a cambalhota no marcador, estavam decorridos 78m de jogo. Gravata cobrou o livre, David Gonçalves cabeceou para excedente defesa de João Malva, mas na insistência Gravata volta a cruzar para Carlos Lima ganhar nas alturas e servir Ricky que rematou cruzado com sucesso. O Pampilhosense ainda iria dispor de mais algumas situações de perigo onde poderia ter sentenciado o resultado. Não o conseguiu e Tanaka, aos 80m, fez a primeira ameaça valendo Carlos Lima a salvar sobre a linha. Até que, mesmo sobre o último apito, aos 93m, num cruzamento da direita Tanaka, desta feita, não desperdiça ao saltar mais alto que todos a cabecear para o fundo das redes de Folhas, conseguindo empatar o encontro.

 

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 6.jpg

 

O Pampilhosense não esteve bem no primeiro tempo e permitiu o domínio do adversário que chegou a vantagem com naturalidade. No entanto uma melhoria exibicional dos serranos na parte final iria valer o empate ao intervalo. A segunda parte foi bem diferente, o Pampilhosense dominou por largos períodos e depois de desperdiçar várias oportunidades de golo vai conseguir a cambalhota no marcador. E numa fase adiantada do jogo em que não se esperava que a vitória fugisse, tal não aconteceu isto porque o Ançã FC acreditou e sobre o último apito chegou ao empate.

 

Pampilhosense - Ançã FC 23ªJ DH 20-03-16 7.jpg

 

O trio de arbitragem fez um trabalho regular.

 

Resultados:

Académica OAF B 1-2 Carapinheirense

Azambujo (AG) (AAC OAF B); Seidy (2) (Car)

 

Vigor Mocidade 1-0 Cova Gala

Daniel Oliveira

 

União FC 2-1 Febres

Bruno e Rui Pereira (UFC); Álvaro (Feb)

 

Sourense 3-0 Os Águias

Estanqueiro, André Angelo (AG) e Fachada

 

Eirense 0-0 Penelense

 

Poiares 3-2 Vinha da Rainha

Morsa (2) e Fábio Alves (ADP); Hugo Bernardes e Ricardo Freitas (VR)

 

Condeixa 2-3 Lagares da Beira

Pita e Palmeirão (Con); Batista (2) e Nuno Cunha (LB)

 

Pampilhosense 2-2 Ançã FC

Ratana e Ricky (GDP); Tomás e Tanaka (AFC)

 

Classificação:

Class DH 23ªJ 20-03-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Cova Gala – Carapinheirense

Febres – Vigor Mocidade

Os Águias – União FC

Penelense – Sourense

Vinha da Rainha – Eirense

Lagares da Beira – Poiares

Ança FC – Condeixa

Pampilhosense – Académica OAF B

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:53

RICKY FOI O MOTOR DE UMA VITÓRIA JUSTA

por ultraserranos4605, em 14.03.16

LAGARES DA BEIRA - PAMPILHOSENSE

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

22ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Complexo Desportivo de Lagares da Beira

Assistência: cerca de 100 espetadores

Árbitro: Renato Carvalho

Assistentes: Diogo Santos e António Henriquez

Ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

João Pedro, Tavares (Galego 45m), Carlos Lima, Carapau, Rabeca, David Gonçalves, Gravata, Flávio Salgado, Ricky, Ratana (David Lopes 70m) e Valada (Figueiredo 92m).

Suplentes não utilizados: Folhas, Nuno Batista, Cristiano e Ricardo Almeida.

Treinador: Carlos Alegre

 

Lagares da Beira:

Pantanal, André, Paulo Lopes, Rola, Diogo (Coutinho 71m), Hugo, Pedro Batista, Nuno Cunha, João Costa (Luís Rodrigues 80m), João Paulo e Gírio.

Suplentes não utilizadas: Bruno, João Campos e José Vitorino

Treinador: João Bernardo

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Rabeca 58m e David Lopes 82m (Pampilhosense); Nuno Cunha 61m e Paulo Lopes 57m e 90m (Lagares da Beira)

Amarelos por acumulação: Paulo Lopes 90m (Lagares da Beira)

 

Golos:

Ricky 13m e 67m e Ratana 63m (Pampilhosense); Nuno Cunha 21m e Luís Rodrigues 81m (Lagares da Beira).

 

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

O Pampilhosense queria em Lagares da Beira conquistar o primeiro triunfo fora da segunda volta, isto depois da excelente campanha realizada na primeira metade do campeonato na condição de visitante. Com os três pontos amealhados a equipa serrana subiria algumas posições e ficaria mais confortável na tabela. Do outro lado estava um Lagares da Beira em posição difícil na tabela, mas sem perder em casa há quatro jornadas, o que fazia acreditar a equipa de que a manutenção ainda seria possível. Para atingir esse objectivo os três pontos deste jogo eram fundamentais.

 

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

A equipa do Pampilhosense entrou bem no encontro ao impor o seu jogo e, resultado disso, aos 13m chegou à vantagem no marcador depois de Ratana servir Ricky e este, com um remate cruzado, a bater Pantanal. Mas a partir daqui o Pampilhosense baixou as guardas, e o Lagares da Beira não se fez rogado para tomar as rédeas do desafio. E foi sem grande surpresa que, ao 21m, a equipa da casa chegou a igualdade, depois de um cruzamento da esquerda de Hugo com Nuno Coelho a concluir ao segundo poste. O Pampilhosense ainda tentou reagir, no minuto seguinte, com Valada a cruzar e Ricky a chegar ligeiramente atrasado para a emenda. Mas era o Lagares da Beira a criar as melhores ocasiões e, aos 32m, o segundo golo esta próximo de acontecer. Na sequência de um pontapé de canto Gravata a salvou a sua equipa sobre a linha de golo! Antes dos final do primeiro tempo, aos 42m, nova jogada de perigo para a baliza de João Pedro, através de um ataque rápido com Hugo a entrar na grande área, pela esquerda, mas rematar ao lado desperdiçando uma boa ocasião para o Lagares da Beira.

 

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

A segunda parte foi cheia de incidências e momentos de perigo juntos das balizas, primeiramente na de Pantanal. A equipa pampilhosense entrou forte, com outra cara, e isso ficou bem patente logo na bola de saída com Ratana a cruzar da esquerda e Valada a cabecear para Pantanal executar uma grande defesa. Aos 50m foi Galego a receber um passe em profundidade e, sozinho na esquerda, a rematar por cima. Pouco depois, aos 58m, Flávio Salgado cobra um livre direto mas Pantanal volta a estar em evidência com uma boa intervenção. A pressão serrana era tal que, aos 61m, vai forçar o Lagares da Beira a cometer uma grande penalidade, Ratana foi chamado a converter mas Pantanal respondeu com mais uma bela defesa. A equipa serrana não desmoralizou com o penalti desperdiçado nem com o guarda-redes adversário que parecia estar em tarde inspirada. Prova disso foi, aos 63m, o excelente passe de Ricky que deixou Ratana isolado e, desta feita, o jogador serrano não desperdiçou nem Pantanal foi capaz de impedir o golo pampilhosense. A vantagem da equipa de Pampilhosa da Serra foi dilatada pouco depois, aos 67m, com Ricky a cavalgar desde da linha lateral, entrar na grande área e fazer, com tranquilidade, o 3-1 para a sua equipa. Com vantagem de dois golos o Pampilhosense tentou controlar o adversário, adversário esse que arriscou tudo no ataque e começar a dar algum trabalho a João Pedro através de um futebol mais direto. Os da casa vão mesmo conseguir reduzir o marcador para a diferença mínima, aos 81m, depois de um pontapé de canto, um cabeceamento à trave e, no meio da confusão, o recém-entrado Luís Rodrigues a empurrar para o fundo das redes. Este lance deu maior alento ao Lagares da Beira, que até final ainda dispôs de uma ocasião de perigo, na sequência de um livre a que, de novo, Luís Rodrigues surgiu a cabecear valendo João Pedro a efectuar uma boa intervenção. Mas até final o Pampilhosense não deixou fugir os três pontos.

 

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

O Pampilhosense entrou bem e marcou cedo, mas depois deixou que o Lagares da Beira impusesse o seu ritmo conseguindo chegar a igualdade, resultado com que se chegou ao intervalo. A segunda parte foi diferente, o Pampilhosense entrou forte, impos o seu jogo, e chegou a uma vantagem de dois golos de forma natural. Depois tentou controlar um Lagares da Beira que nunca se deu por vencido.

 

Lagares da Beira - Pampilhosense 22ªJ DH 13-03-16

 

Apesar de o jogo ter momentos de difícil análise, o trio de arbitragem teve um trabalho positivo.

 

Resultados:

Carapinheirense 2-0 Vigor Mocidade

Rafael Duarte e Faria

 

Cova Gala 1-1 União FC

Zé Duarte (CG); Rui Pereira (UFC)

 

Febres 0-5 Sourense

Fachada, Rui Daniel e Estanqueiro (3)

 

Os Águias 1-3 Eirense

Filipe (Águ); Nuno e Balteiro (2) (UCE)

 

Penelense 2-0 Poiares

Kah (2)

 

Vinha da Rainha 3-3 Condeixa

Nelson (2) e Dani (VR); Tiago e Pita (2) (Con)

 

Lagares da Beira 2-3 Pampilhosense

Nuno Cunha e Luís Rodrigues (LB); Ricky (2) e Ratana (GDP)

 

Ançã FC 2-2 Académica OAF B

Rodrig Santos e João Pintos (AFC); João Neves e Bruno Beato (AAC OAF B)

 

Classificação:

Class DH 22ªJ 13-03-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Académica OAF B – Carapinheirense

Vigor Mocidade – Cova Gala

União FC – Febres

Sourense – Os Águias

Eirense – Penelense

Poiares – Vinha da Rainha

Condeixa – Lagares da Beira

Pampilhosense – Ançã FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56

EXIBIÇÃO SEGURA PARA OS TRÊS PONTOS

por ultraserranos4605, em 07.03.16

PAMPILHOSENSE - VINHA DA RAINHA

Pampilhosense - Vinha da Rainha 21ªJ DH 06-03-16

 

21ª Jornada do Campeonato da Divisão de Honra AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: Cerca de 100 espectadores

Árbitro: Paulo Antunes

Assistentes: João Rodrigues e Luís Ferreira

Ao intervalo: 1-0

 

Pampilhosense:

João Pedro, Ricardo Almeida, Carapau, Carlos Lima, Rabeca, David Gonçalves, Gravata (Tavares 66m), Flávio Salgado, Ricky, Valada (Ratana 72m) e Galego (David Lopes 83m).

Suplentes não utilizados: Folhas, Nuno Batista e Figueiredo.

Treinador: Carlos Alegre

 

Vinha da Rainha:

Lionel, David, João Cruz (Esteves 57m), Ricardo, Hugo, Rebola, Freitas, Paulito, Nelson, Fiador (Dany 57m) e João Marques.

Suplentes não utilizados: Rodrigo, Miguel Marques, Rola e Samuel.

Treinador: Luís Félix

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Gravata 30m, Galego 39m, Ricky 61m, Ricardo Almeida 71m, Tavares 76m, Carapau 83m e Carlos Lima aos 93m (Pampilhosense); Freitas 65m (Vinha da Rainha).

 

Golos: David Gonçalves 13m e Galego 50m (gp) (Pampilhosense); Dany 75m (Vinha da Rainha).

 

Pampilhosense - Vinha da Rainha 21ªJ DH 06-03-16

 

Na tabela classificativa apenas três pontos separavam Pampilhosense e Vinha da Rainha, e aos serranos, em desvantagem nestas contas, competia voltar a vencer perante os seus adeptos. Já a equipa do concelho de Soure, a realizar uma excelente temporada, vinha a Pampilhosa da Serra com o intuito de surpreender e levar, no mínimo, um ponto!

 

Pampilhosense - Vinha da Rainha 21ªJ DH 06-03-16

 

E numa partida que acabou por não ser rica em oportunidades de golo, foram os da casa que melhor entraram no jogo, criando logo aos 7m uma boa oportunidade para marcar, com Gravata a isolar Ricky mas este a não conseguir ultrapassar Lionel. A equipa pampilhosense manteve a mesma toada e, aos 13m, vai chegar a vantagem na sequência de um pontapé de canto. Galego, no segundo poste, ganhou nas alturas e serviu David Gonçalves que, na pequena área, concluiu com êxito. O Vinha da Rainha respondeu, mas só depois dos 20m conseguiu equilibrar as acções no miolo, embora sem construir qualquer situação de verdadeiro perigo para João Pedro. Já o Pampilhosense, até ao intervalo, apenas por uma ocasião pôs em sentido Lionel, aos 37m. Numa transição rápida Galego cruzou da linha final e Valada, solto ao segundo poste, rematou de primeira mas por cima.

 

Pampilhosense - Vinha da Rainha 21ªJ DH 06-03-16

 

Na segunda parte as oportunidades de golo foram escassas e, praticamente, se resumem aos golos. O Pampilhosense não podia desejar melhor arranque depois de, aos 49m, Ricardo derrubar Valada no interior da grande área, sendo assinalada grande penalidade. Galego foi chamado a converter e não desperdiçou a oportunidade para dilatar a vantagem da sua equipa. A partir daqui o Pampilhosense tapou os caminhos para a sua baliza e deu a iniciativa ao adversário. O Vinha da Rainha não se fez rogado, não atirou a toalha ao chão e tentou reentrar na luta pelo resultado. Mas o melhor que a equipa do concelho de Soure conseguiu foi reduzir, aos 75m, num excelente cabeceamento de Dany depois de um cruzamento da direita. Até final o Vinha da Rainha ainda tentou a igualde, mas o Pampilhosense soube controlar e não permitiu ao adversário nenhuma ocasião. Vitória justa da equipa serrana.

 

Pampilhosense - Vinha da Rainha 21ªJ DH 06-03-16

 

Foi um jogo sem grandes oportunidades de golo mas com alguma emotividade e intensidade. O Pampilhosense esteve melhor na primeira parte marcou e ficou na frente no marcador nessa fase. No arranque do segundo tempo a equipa serrana dilatou a vantagem e a partir daí geriu essa mesma vantagem. O Vinha da Rainha ainda reduziu, não atirou a toalha a chão, mas não conseguiu criar mais nenhuma situação para marcar.

 

O trio de arbitragem não teve uma tarde feliz. Não manteve o mesmo critério no capítulo disciplinar, prejudicando os da casa. Já a equipa do Vinha da Rainha também reclama um possível fora de jogo no lance do primeiro golo do Pampilhosense.

 

Resultados:

Académica OAF B 2-2 Vigor Mocidade

João Pinto e Saltão (AAC OAF B); Rui Soares e Gabi (VM)

 

União FC 3-2 Carapinheirense

Rui Pereira (2) e Jeccy (UFC); Branco (2) (Car)

 

Sourense 2-0 Cova Gala

Estanqueiro

 

Eirense 1-1 Febres

Teles (UCE); Luís (Feb)

 

Poiares 2-1 Os Águias

Morsa e Tó (ADP); Telmo (Agu)

 

Condeixa 2-0 Penelense

Filipe Pita e Tiago Crachat

 

Pampilhosense 2-1 Vinha da Rainha

David Gonçalves e galego (GDP); Dany (VR)

 

Ançã FC 3-0 Lagares da Beira

Valter Silva, Sérgio Marques e Rodrigo Santos

 

Classificação:

Class DH 21ªJ 06-03-16 min.jpg

 

Próxima Jornada:

Carapinheirense – Vigor Mocidade

Cova Gala – União FC

Febres – Sourense

Os Águias – Eirense

Penelense – Poiares

Vinha da Rainha – Condeixa

Lagares da Beira – Pampilhosense

Ançã FC – Académica OAF B

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15


. ............ . . .

.


LIGAÇÕES - PLANTEL 18/19 E VIDEOS

.

.