Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mostra a Tua Alma Serrana!


DOCE DESPEDIDA DE CASA

por ultraserranos4605, em 30.05.22

PAMPILHOSENSE - PENELENSE

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH AP 29-05-2022 1

 

17ª Jornada de Apuramento de Campeão da Divisão de Honra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 200 espetadores

Árbitro: Bruno Pombo

Assistentes: João Ferreira e António Junior

Ao intervalo: 1-0

 

Pampilhosense:

Tibúrcio, Seco (Luís Silva 86’), Ricardo Santiago, Frédéric Tang, Ladeira, Koné, Miguel Rocha, Dani Cueto (Flávio Salgado 65’), João Luz (Cristiano 76’), Erick Gabriel (Deco 86’) e Curvelo (Rica 65’).

Suplentes não utilizados: Kiko e Igor Gouvea

Treinador: Braçal

 

Penelense:

Viseu, Azevedo, Moura, Queba Sonco, Rebelo, Loureiro (Edu 70’), Caio, Pato (Bryan Dinis 63’), Pita, Zé Marques e Nelson (Duarte 63’).

Suplentes não utilizados: Aguilar, Tiago, Nichita e Bernardo

Treinador: Paulo Neves

 

Ação disciplinar

Amarelos: Rica 75’ (Pampilhosense); Caio 53’, Nelson 75’ e Rebelo 80’ (Penelense)

 

Golos: Curvelo 25’, Miguel Rocha 60’, Rica 75’ e 86’ e Seco (P) 83’

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH AP 29-05-2022 2

Quase a cair o pano sobre a temporada, Pampilhosense e Penelense defrontavam-se já com poucos motivos de interesse relativamente à tabela classificativa, restando uma luta mais modesta pelo oitavo lugar.

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH AP 29-05-2022 3

Numa primeira parte típica de final de temporada, foi o Penelense a criar a primeira situação de perigo, aos 11’, depois de um cruzamento da esquerda com Pato a cabecear para uma grande intervenção de Tibúrcio. O Pampilhosense respondeu e, aos 25’, ficou na frente do marcador, na sequência de um livre lateral Miguel Rocha cobrou tenso e Curvelo desviou para o fundo das redes do Penelense. Os serranos relaxaram um pouco com o golo, o Penelense aproveitou para ter mais bola, mas sem resultados práticos ou consequências para os serranos.

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH AP 29-05-2022 4

Na segunda metade o jogo aumentou um pouco de intensidade. O Pampilhosense tentou criar perigo através de rápidas jogadas de ataque, enquanto o Penelense, também com algum espaço nas costas da defensiva serrana, esteve perto de restabelecer a igualde no marcador. O primeiro lance foi para os da casa, aos 55’, Seco colocou em Erick Gabriel e este testou a atenção do guardião Viseu. Mas o Pampilhosense estava demasiado apático e o Penelense aproveitou duas desatenções dos da casa (57’ e 58’) para criar perigo, Pita e Azevedo só não marcaram porque Tibúrcio negou o golo e manteve a sua baliza inviolável.  Até que aos 60’, numa rápida jogada de ataque pampilhosense, Erick Gabriel serviu Miguel Rocha e este, na cara de Viseu, não desperdiçou a oportunidade para fazer o 2-0. O Penelense respondeu e tentou reentrar na discussão da partida, mas Tibúrcio continuou intransponível e Caio também disparou ao lado. Com trancas fechadas atrás e eficácia no ataque, o Pampilhosense chega ao 3-0 em mais uma rápida jogada de ataque, João Luz serviu o recém-entrado Rica e este só com Viseu pela frente sentenciou o jogo com o 3-0 (75’). Instantes antes Seco apareceu isolado mas adiantou a bola! O quarto golo surgiu de penalti, aos 82’, despois do Erick Gabriel ter caído na grande área, Seco foi chamado a cobrar a castigo máximo e não desperdiçou. O resultado final foi estabelecido aos 86’, em mais uma rápida e boa jogada de ataque pela esquerda, com Flávio Salgado e servir Rica para este bisar no encontro.

Pampilhosense - Penelense 17ªJ DH AP 29-05-2022 5

Embora o resultado possa transmitir a ideia de um triunfo fácil, a verdade é que as coisas não foram bem assim! A equipa pampilhosense mereceu ganhar, mas o Penelense também dispôs de oportunidades, mas, em momentos chave do jogo, não foi capaz de concluir com êxito. Já os serranos foram mais eficazes e, nos últimos 15’, aproveitaram o espaço concedido pelo adversário para alcançar uma goleada.  No último jogo em casa da temporada, o Pampilhosense não poderia desejar melhor despedida.

 

Arbitragem talvez com alguns erros. Alguns fora de jogo que deixam dúvidas (o quinto golo serrano por exemplo), assim como a grande penalidade que ditou o quarto golo. Seja como for, sem qualquer influencia quanto ao vencedor.

 

Quando falta disputar uma jornada para o final do campeonato, a equipa do Vigor da Mocidade venceu ontem na Carapinheira e garantiu o título de campeão. Queremos permeabilizar o conjunto de Fala por esta conquista, uma vez que foram a equipa mais regular nesta Fase de Apuramento de Campeão.

 

Resultados:

Pampilhosense 5-0 Penelense

Curvelo, Miguel Rocha, Rica (2) e Seco

 

Carapinheirense 0-1 Vigor da Mocidade

Dani Pinto

 

Tourizense SAD 2-1 Tocha

Jone e Cardoso (GDT); Pedro (UDT)

 

Lagares da Beira 2-5 Os Marialvas

Ricardo e João Vitor(LB); Freire, Bem-Haja, Ivo, Bita e Matos

 

Ançã FC 3-1 União FC

Rodrigo Jesus, João Marques e André Gonçalo (AFC); Diogo (UFC)

 

Classificação:

Class 17ªJ AP DH 29-05-2022.jpg

 

Última Jornada:

Penelense – Carapinheirense

Vigor da Mocidade – Lagares da Beira

União FC – Pampilhosense

Tocha – Ançã FC

Os Marialvas – Tourizense SAD

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:11


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



. ............ . . .

.