Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mostra a Tua Alma Serrana!


À BOMBA PARA A VITÓRIA E SUBIDA AO PÓDIO

por ultraserranos4605, em 06.11.17

EIRENSE - PAMPILHOSENSE

Eirense - Pampilhosense 7ªJ DH 05-11-17 1.jpg

 

7ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra

Campo do Vale do Fôjo em Eiras

Assistência: cerca de 80 espectadores

Árbitro: Fábio Mendes

Assistentes: Manuel Rosa e Eduardo Ramos

Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:

Cédric, Seco, Carapau, Renato, Duda, Rafa, Ricky, Miguel Barreto (Will 85’), Amândio, Ratana (Simão 65’) e Curica (Dias 89’).

Suplentes não utilizados: Kiko, Rola, Abel e Cristiano.

Treinador: Carlos Alegre

 

Eirense:

Estiveira, Rebelo, Freixo, Fábio, Carlos, Diogo (Vadilson 75’), Tiago Pereira (Tiago Cardoso 82’), João Pais, Serginho (Roberto 45’), Marques e Afonso.

Suplentes não utilizados: Goulão, Marcelo, Bernardo e Alex.

Treinador: Paulo Freixo

 

Ação disciplinar:

Amarelos: Seco 28’ e Cédric 88’ (Pampilhosense); Fábio 20’, Marques 44’, Afonso 56’ e Tiago Pereira 73’ (Eirense);

Vermelhos: Vadilson 83’

 

Golos: Curica 15’, Simão 71’ e Amândio 92’ (Pampilhosense); Afonso 59’ (Eirense)

 

Eirense - Pampilhosense 7ªJ DH 05-11-17 2.jpg

 

Num campo sempre difícil para todas as equipas que o visitam, o Pampilhosense tentava manter o bom arranque de temporada em mais uma partida realizada fora. Já o conjunto do Eirense, que vinha de pontuar nos últimos dois desafios, queria aproveitar o factor casa para manter a boa fase.

 

Eirense - Pampilhosense 7ªJ DH 05-11-17 5.jpg

 

E até entrou bem a equipa da casa a pressionar alto e a aproveitar alguma inadaptação do adversário às condições do terreno e da bola. Mas foi o Pampilhosense que, aos 15’ na única situação em que, até então, a equipa conseguiu colocar a bola no chão e desenhar uma jogada de ataque com “pés e cabeça”, que vai surgir o primeiro golo! Numa jogada de ataque muito bem desenhada Duda foi à linha final cruzar para Ratana, ao segundo poste, servir de cabeça Curica que na pequena área abriu o ativo. A partir daqui o jogo equilibrou, sendo disputado quase sempre na zona intermediária. Em vantagem o Pampilhosense controlou as acções do seu adversário, enquanto o Eirense tentava encontrar soluções para chegar à baliza de Cédric. Mas oportunidades claras de golo não surgiram de parte a parte.

 

Eirense - Pampilhosense 7ªJ DH 05-11-17 3.jpg

 

Se a primeira metade já tinha sido bem disputada, a segunda foi ainda mais. O Eirense voltou a entrar melhor e com isso vai chegar à igualdade aos 59’, depois de uma bola lançada para a entrada da grande área e Afonso ganhar um ressalto para, na cara de Cédric, rematar para o empate. O golo sofrido fez despertar a equipa do Pampilhosense que, a partir desse momento, passou a estar por cima no jogo. E aos 71’ o recém-entrado Simão tem uma excelente arrancada desde da linha intermediária e, à entrada da grande, dispara um remate forte e colocado para colocar de novo o Pampilhosense na frente do marcador. O Eirense tentou responder, mas foi o conjunto forasteiro quem esteve mais perto de aumentar a vantagem do que sofrer o empate. Aos 79’ Simão quase bisou, em jogada idêntica ao segundo golo, valeu ao Eirense a excelente intervenção do guardião Estiveira. Pouco depois, aos 87’, numa fase em que o Eirense já jogava com 10, depois da expulsão feia de Vadilson por agressão, os serranos voltam a estar perto do golo, depois de Seco cruzar e Curica antecipar-se ao guarda-redes contrário e cabecear por cima do travessão. Até que em período de compensação, aos 92’, Amândio recupera a bola depois da defensiva do Eirense afastar da zona de perigo e, bem do meio da rua, disparar um remate violento e colocado obtendo um belíssimo golo e fechando com chave de ouro uma exibição competente da sua equipa.

 

Eirense - Pampilhosense 7ªJ DH 05-11-17 4.jpg

 

Foi uma partida bem disputada em que o Pampilhosense não entrou bem nas duas partes. Mas a equipa serrana encontrou o equilíbrio necessário para, no decorrer do segundo tempo, alcançar e justificar o triunfo.

 

O trio de arbitragem foi bastante contestado pelo conjunto da casa. A abrir pediu-se grande penalidade na grande área serrana, num lance disputado corpo a corpo. Depois entenderam que não havia motivo para a expulsão de Vadilson, quando foi bem visível a agressão do jogador da casa que depois de ver o cartão vermelho continuou a agredir os jogadores pampilhosenses. A equipa do Pampilhosense também ficou a pedir, no decorrer do segundo tempo, o segundo cartão amarelo a Fábio por entrada muito dura sobre Amândio. Em resumo, foi um jogo com alguns casos e difíceis!

 

Resultados:

Vinha da Rainha 1-1 Carapinheirense

Vicente (VR); Seidy (Car)

 

Lagares da Beira 2-2 Ançã FC

Freitas (LB); Reinaldo (AFC)

 

União FC 1-1 Académica SF

Luís Rodrigues (UFC); Teles (AAC SF)

 

Condeixa 0-1 Oliv. Hospital

Varela

 

Vigor Mocidade 4-0 Febres

Baldé, Zé Diogo, Dani e Portugal

 

Marialvas 1-0 Tocha

JP

 

Tourizense 2-1 Penelense

Kelvin e Jorge (GDT); Jeremias (Pen)

 

Eirense 1-3 Pampilhosense

Afonso (UCE); Curica, Simão e Amândio (GDP)

 

Classificação:

Class DH 7ªJ 05-11-17.jpg

 Próxima Jornada:

Ançã FC – Vinha da Rainha

Eirense – Lagares da Beira

Académica SF – Pampilhosense

Carapinheirense – Condeixa

Oliv. Hospital – Vigor Mocidade

Penelense – Marialvas

Febres – Tourizense

Tocha – União FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52



. ............ . . .

.


LIGAÇÕES - PLANTEL 18/19 E VIDEOS

.

.








RECORDAÇÕES

 

 

 

 

eXTReMe Tracker