Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mostra a Tua Alma Serrana!


FUTSAL - ANÁLISE DA TEMPORADA PAMPILHOSENSE

por ultraserranos4605, em 22.05.19

Com quase 20 anos desde da única participação do Pampilhosense em futsal nos campeonatos seniores da distrital de Coimbra, a equipa serrana regressou nesta temporada às lides mais velhas da modalidade! Composta por um plantel ambicioso e com qualidade, a equipa desejava fazer boa figura neste regresso e alcançar os playoff do titulo de campeão.

 

Pampilhosense futsal 18-19 2 min.jpeg

 

O arranque até começou mal, com duas derrotas nos jogos iniciais, mas as indicações de que poderia ser uma época auspiciosa para os serranos ficaram logo bem patentes. Depois o Pampilhosense arrancou para uma serie de bons resultados apesar de, pelo meio, ter contado com um afastamento prematuro e amargo na Taça AFC. Seguiu-se uma fase menos positiva, com seis jogos consecutivos sem vencer, que fizeram com que a equipa ocupasse um oitavo posto ao final da primeira metade do campeonato, mas com tudo em aberto para atingir os seus objetivos. A segunda metade foi fantástica, o Pampilhosense somou 9 triunfos, empatou um, e perdeu por apenas duas ocasiões. Estes resultados valeram à equipa a quarta posição na fase regular do campeonato com 44 pontos, fruto de 13 vitórias, 5 empates e 6 derrotas, 99 golos marcados e 72 sofridos!

 

Estava tudo em aberto para a fase decisiva da temporada, os playoff de campeão! E o Pampilhosense não poderia começar da melhor forma a fase a “doer”, com dois triunfos sobre o Lavos nos quartos-de-final. Com a equipa apurada para as meias-finais o sonho ganhava cada vez mais forma! E mais ficou quando o Pampilhosense derrotou o Domus Nostra, líder da fase regular, em casa deste, no primeiro jogo! Mas depois seguiram-se duas derrotas, a segunda em casa e a terceira, na “negra”, nas grandes penalidades, deixando o Pampilhosense afastado, sobre a linha de meta, da decisão do titulo e da subida à II Divisão Nacional.

 

Numa equipa que valeu sempre mais pelo seu coletivo, deixamos a lista dos marcadores, em que se destacaram dois atletas: Alberto Silva e a sua imprevisibilidade e explosão; Diogo Tomás e a sua frieza frente à baliza.

 

Alberto e Tomás GDP FUTSAL 18-19.jpg

 

Ao longo de toda a temporada a equipa serrana realizou 30 desafios e marcou 117 golos:

 

27 Golos – Alberto Silva
25 Golos – Diogo Tomás
17 Golos – Miranda
14 Golos – Parrança
13 Golos – Tiago Coelho
11 Golos – Nando Lara
3 Golos – João Coelho
2 Golos – Cláudio Leão, Marco Pestana e Latado
1 Golo – Rabeca

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

BENJAMINS FUTSAL - FINAL FOUR DA TAÇA AFC - FINAL

por ultraserranos4605, em 20.05.19

São João 8-0 Pampilhosense
Final Four da Taça AFC - Final

 

São João - Pampilhosense Final Taça AFC Benjami

 

Na final da Taça da AFC em Benjamins os nossos meninos não conseguiram superar o poderio do adversário. Mas estão de parabéns pelo trajeto até aqui. Na final realizada ontem a equipa do São João foi mais forte e venceu por uns esclarecedores 8-0.

 

De qualquer das formas, a nossa equipa realizou um excelente percurso ao conseguir alcançar a primeira final da história da formação pampilhosense.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31

PAMPILHOSENSE MORRE NA PRAIA!

por ultraserranos4605, em 20.05.19

TOCHA - PAMPILHOSENSE

Tocha - Pampilhosense 30ªJ DH 19-05-19 1.jpg

 

30ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra
Complexo Desportivo da Tocha
Assistência: cerca de 100 espetadores
Árbitro: Rodrigo Pais
Auxiliares: Mário Serrano e João Ferreira
Ao intervalo: 0-1

 

Pampilhosense:
Kiko, Seco, Carlos Lima (Kiko Dias 83’), Renato, Amândio, Rafa (Abel 63’), Will, Ronaldo, Miguel Barreto (Rola 75’), Ricky e Dias.
Suplentes não utilizados: Cédric, Cristiano, Luís Ramos e Rui Velho
Treinador: Carlos Alegre

 

Tocha:
Hélio Dias, Juninho, Kanu, Gravato (Manuel Ramos 81’), João Neves, Fatia, Curto, Pato (João Silva 40’(Rafael Costa 81’)), Tiago Conceição, Sassa e Fred Silva.
Suplentes não utilizados: Henrique, Rui Pereira, Zé Miguel e Jeremias
Treinador: Davide Dias

 

Ação Disciplinar:
Amarelos: Dias 45’ e Carlos Lima 62’ (pampilhosense); Hélio Dias 83’ e Tiago Conceição 89’ (Tocha).
Vermelhos diretos: Juninho 78’ (Tocha)

 

Golos:
Dias 7’ (Pampilhosense); Sassa 47’ (Tocha)

Tocha - Pampilhosense 30ªJ DH 19-05-19 2.JPG

 

No ultimo desafio da temporada o Pampilhosense deslocava-se à Tocha com o intuito de segurar o terceiro lugar, posição que garantia a Taça de Portugal na próxima época. Do outro lado estava um conjunto que realizou uma excelente segunda volta e, praticamente com a posição definida, queria terminar a temporada com um triunfo em casa.

Tocha - Pampilhosense 30ªJ DH 19-05-19 3.JPG

 

A viagem aos ares da praia começou da melhor forma para os serranos que, aos 7’, vão chegar à vantagem no marcador. Na sequencia de uma boa jogada coletiva Ricky desmarcou-se e serviu Dias que, ao segundo poste, concluiu com êxito e pôs o Pampilhosense na frente. Era um bom pronúncio para a turma de Pampilhosa da Serra que precisava de somar os três pontos. E até final do primeiro tempo foram os serranos a controlar as operações, não criaram mais ocasiões de golo mas também não permitiu ao adversário.

Tocha - Pampilhosense 30ªJ DH 19-05-19 4.JPG

 

Na segunda metade a equipa da casa entrou mais atrevida e isso ficou patente logo aos 46’, com Juninho a cruzar e João Silva a rematar para uma excelente defesa de Kiko para canto! Mas na sequência do pontapé de canto o Tocha chega à igualdade, depois de um desvio ao primeiro poste Gravato surge ao segundo a atirar ao poste, no entanto a bola a sobrou para o coração da pequena área onde surge Sassa a finalizar de forma fácil. A equipa do Pampilhosense tinha de reagir e até marcou por intermédio de Ricky, aos 58’, mas o lance foi anulado por fora de jogo. Com os serranos a arriscarem o Tocha tinha mais espaço para explorar o contra-ataque! E aos 63’, numa rápida jogada de ataque dos da casa, Curto ofereceu o golo a João Silva, mas este não conseguiu levar a melhor sobre Kiko que lhe “roubou” a bola no 1x1! Depois dos 78’ as coisas complicaram para a formação do Tocha, Juninho agrediu Will e recebeu ordem de expulsão! Mas a partir deste momento o tempo útil de jogo foi bem menor e o Pampilhosense, apesar da maior pressão sobre o adversário, o mais perto que esteve da vitoria foi através de um “chapéu” de Will, aos 83’, que saiu por cima do travessão!

Tocha - Pampilhosense 30ªJ DH 19-05-19 5.JPG

 

O Pampilhosense já sabia que iria encontrar uma equipa muito diferente da primeira volta do campeonato. O que se confirmou no campo! Os serranos até marcaram primeiro, dando o sinal de que poderiam caminhar para o triunfo. Mas o empate surgiu no arranque do segundo tempo e, até final, a equipa pampilhosense não conseguiu alterar o rumo dos acontecimentos. Assim, com o empate, o Pampilhosense acaba por morrer na praia e deixar fugir o ultimo lugar do pódio, e consequente acesso à Taça de Portugal, sobre a linha de meta. Este resultado apenas servia para o Pampilhosense se o Ançã FC perdesse pontos em Penela ou, em caso de vitória do “ferryaço”, o Vigor Mocidade também vencesse na Figueira da Foz, deixando as três equipas em igualdade pontual! A igualdade pontual somente com o Ançã FC, o que se verificou, deixa o Pampilhosense na quarta posição!

 

A arbitragem não ficou isenta de erros. Duvidas em dois lances importantes: no golo anulado ao Pampilhosense e de uma grande penalidade para o Tocha nos instantes finais!

 

Ultima Jornada:
Académica SF 1-2 Brasfemes
Pacheco (AAC SF); Márito (2) (RB)

 

Eirense 2-2 Condeixa
João e Afonso (UCE); João Olavo e André Gonçalo (CC)

 

Sourense 3-0 Lagares da Beira
Marco, Quaresma e Mário Brito

 

Tocha 1-1 Pampilhosense
Sassa (UDT); Dias (GDP)

 

Naval 1893 2-1 Vigor Mocidade
Ricardo e Joary (Nav); Paganini (VM)

 

Tourizense 4-1 Marialvas
Jessi, Cadu (2) e Sané (GDT); Beny (Mar)

 

Carapinheirense 1-1 União FC
Ricardo (CAC); Nino (UFC)

 

Penelense 1-4 Ançã FC
Isma (Pen); Hugo, Bernardo e Valter Silva (2) (AFC)

 

Classificação Final:

Class Final DH 19-05-19.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13

DOMUS NOSTRA - PAMPILHOSENSE

Domus Nostra - Pampilhosense meias finais ap campe

 

Meias Finais do Apu. de Campeão de Futsal AFC – Jogo 3
Pavilhão Municipal de Portomar
Ao intervalo: 0-0

 

Pampilhosense:
Dani Silva, Alberto Silva, Parrança, Diogo Tomás e Nando Lara.
Suplentes: Ferreira, João Coelho, Tiago Coelho, Marco pestana, Rabeca, Deco e Miranda
Treinador: Nuno Pestana

 

Golos: Alberto Silva 23’ (Pampilhosense); 24’ (Domus Nostra).

Penaltis: Parrança, Alberto Silva e Diogo Tomás (defendido).

 

Depois de dois jogos muitos intensos e recheados de emoção, com um triunfo para cada lado, Pampilhosense e Domus Nostra discutiam, na “negra”, a passagem à final do campeonato e automaticamente a subida de divisão, pois o São João Sub23 já tinha assegurado o lugar no jogo decisivo e, como se sabe, não pode ascender à II Divisão Nacional.

Domus Nostra - Pampilhosense meias finais ap campe

 

Com casa cheia o Domus Nostra queria aproveitar o facto de jogar perante os seus adeptos para levar a melhor sobre o Pampilhosense. Mas à semelhança dos dois anteriores jogos, os serranos estiveram muito bem e não se deixaram intimidar pelo ambiente mais hostil criado pela equipa da casa. O equilíbrio foi a toada do jogo, mas em vários momentos o Pampilhosense esteve por cima. No entanto os golos não surgiram no primeiro tempo.

 

Na segunda parte o Pampilhosense saiu na frente do marcador, aos 23’, depois de uma recuperação de bola, junto da baliza do Domus Nostra, e Alberto Silva a marcar para grande festa dos adeptos pampilhosenses. Mas ainda havia muito jogo! O conjunto da casa não demorou a reagir e, no minuto seguinte, vai restabelecer o empate! Numa reposição lateral de bola para o centro do terreno, o jogador da casa disfere um potente e colocado remate e bate Dani Silva! Estava inaugurado o marcador para ambas as equipas, mas, apesar de ainda faltar muito tempo, as balizas não voltaram a ser infringidas.

 

E, perante tal equilíbrio na eliminatória, a decisão final só podia ser encontrada nas grandes penalidades! Nessa “lotaria” a equipa da casa concretizou os três remates, enquanto Diogo Tomás, que tantas vitórias “deu” ao serranos ao longo da temporada com os seus golos, atirou para a defesa do guardião contrário que, assim, se tornou no herói do Domus Nostra!

 

Foi uma grande eliminatória entre Pampilhosense Domus Nostra, com a necessidade de recorrer à “negra” e, nesse encontro, às grandes penalidades para se encontrar o vencedor. Emoção, equilíbrio, muito publico e resultado incerto até ao ultimo segundo nos três jogos, fatores que tornaram esta eliminatória num verdadeiro hino ao futsal. A vitória poderia cair para qualquer um dos lados, acabou por pender para o lado do Domus Nostra, equipa que felicitamos. A equipa serrana termina, assim, de cabeça erguida uma fantástica época na modalidade.

 

Resultados:
Domus Nostra 1-1 (3-2 GP) Pampilhosense
U. Chelo 4-7 São João Sub23

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

BENJAMINS FUTSAL - FINAL FOUR DA TAÇA AFC

por ultraserranos4605, em 18.05.19

Domus Nostra 0-1 Pampilhosense
Final Four da Taça AFC - Meia Final

 

Domus Nostra - Pampilhosense meias finais da Taça


Um único golo bastou para os nossos meninos asseguram a primeira final da historia da formação Pampilhosense. Frente ao Domus Nostra o Pampilhosense venceu por 1-0 e assegurou a presença na final, a acontecer amanhã, frente ao São João. Recordamos que a Final Four está a decorrer neste fim de semana no pavilhão da Granja do Ulmeiro.

 

Resultados:
Domus Nostra 0-1 Pampilhosense
Serpinense 0-5 São João

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:22

FUTSAL - EMOÇÃO ATÉ AO FIM, A DECISÃO É NA "NEGRA"

por ultraserranos4605, em 18.05.19

PAMPILHOSENSE - DOMUS NOSTRA

Pampilhosense - Domus Nostra Meias Finais do Apu c

 

Meias Finais do Apu. de Campeão de Futsal AFC – Jogo 2
Pavilhão Municipal de Pampilhosa da Serra
Ao intervalo: 1-4

Pampilhosense:
Ferreira, João Coelho, Parrança, Diogo Tomás e Nando Lara.
Suplentes utilizados: Tiago Coelho, Alberto Silva e Miranda.
Treinador: Nuno Pestana

Golos: Nando Lara 7’ e Diogo Tomás 30’ e 31’ (Pampilhosense); 6’, 13’, 15’ e 16’ (Domus Nostra).

Pampilhosense - Domus Nostra Meias Finais do Apu c

 

Depois de vencer o primeiro jogo das meias-finais o Pampilhosense tinha a oportunidade de, em sua casa, carimbar a passagem para a final e fazer a festa. Já o Domus Nostra vinha a Pampilhosa da Serra com o intuito de vencer e levar a decisão para um terceiro jogo, a disputar em sua casa.

Pampilhosense - Domus Nostra Meias Finais do Apu c

 

Num fantástico ambiente nas bancadas, com muito publico a apoiar, principalmente a equipa serrana, foi o Domus Nostra que melhor entrou no jogo como, aliás, lhe competia, já que em caso de derrota ficava fora da competição. Sendo assim o conjunto visitante inaugurou o marcador logo à passagem dos 5’. A resposta do Pampilhosense não tardou e pouco depois Nando Lara repôs a igualdade, para enorme festa serrana na bancada. Dentro da quadra o jogo estava bem disputado e equilibrado, com as duas equipas a tentar chegar ao golo. E foi a equipa visitante que se colocou na frente do marcador, pouco depois de meio da primeira parte. A equipa pampilhosense acusou o golo sofrido e entrou numa fase de algum desnorte dentro da quadra. Aproveitou o adversário que, mais agressivo, de rajada marcou por duas vezes, colocando-se a vencer por 4-1! A terminar o primeiro tempo o Pampilhosense ainda teve uma excelente oportunidade para reduzir, mas Nando Lara, num livre de 10m, enviou por cima!

Pampilhosense - Domus Nostra Meias Finais do Apu c

 

Na segunda metade a equipa serrana tinha de correr atrás do prejuízo e arriscar para reentrar na discussão do resultado. E foi Diogo Tomás que deu maior crença aos serranos, com dois golos o jogador pampilhosense reduziu para a diferença mínima e colocou incerteza no resultado quando ainda faltava muito tempo para jogar. A turma pampilhosense continuou a arriscar no 5x4, na tentativa de alcançar o empate, mas o Domus Nostra respondeu com a mesma moeda, para fazer o tempo correr com a bola em sua posse! Até final a melhor ocasião pertenceu ao conjunto pampilhosense, mas a trave da baliza evitou a igualdade!

 

Num jogo muito intenso, com emoção e incerteza até ao ultimo segundo, o Domus Nostra acabou por vencer e levar a decisão final para um terceiro jogo a disputar em sua casa. O Pampilhosense não conseguiu contrariar a maior agressividade do adversário e, depois de algum desnorte no primeiro tempo, não foi a tempo de corrigir e conseguir um resultado que permitisse fazer a festa em Pampilhosa da Serra! Mas domingo há mais!

 

Resultados:
Pampilhosense 3-4 Domus Nostra
U. Chelho 4-7 São João Sub23

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

BENJAMINS FUTSAL - RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

por ultraserranos4605, em 14.05.19

S. Martinho Cortiça 2-2 Pampilhosense
Ultima Jornada da taça de Encerramento de Benjamins Futsal AFC

S. Martinho Cortiça - Pampilhosense ultima J TE b

 

Resultados:
S. Martinho Cortiça 2-2 Pampilhosense
Esc. Viveiro 7-2 Esc. João Veloso

 

Classificação Final:

Class ultima jornada te benjamins futsal 11-05-19.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:53

EMPATE LEVA DECISÃO DO PÓDIO PARA A ULTIMA JORNADA

por ultraserranos4605, em 13.05.19

PAMPILHOSENSE - NAVAL 1893

Pampilhosense - Naval 1893 29ªJ DH 12-05-19 1.jpg

 

29ª Jornada da Divisão de Honra AF Coimbra
Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra
Assistência: cerca de 100 espetadores
Árbitro: Joel Pacheco
Auxiliares: Luís Vilela e Nuno Severa
Ao intervalo: 0-1


Pampilhosense:
Kiko, Seco (Cristiano 95’), Renato, Carlos Lima, Rola (Abel 59’), Rafa, Ronaldo, Will, Miguel Barreto (Kiko Dias 74’) e Dias.
Suplentes não utilizados: Cédric, Rui Velho e Luís Ramos
Treinador: Carlos Alegre

 

Naval 1893:
Vasco Guimarães, Luís, Ricardo, Copinho, André (Rony 83’), César Jesus, Rodolfo, Graça, Amaral (Nogueira 57’), Joary (Arlindo 88’) e Fred.
Suplentes não utilizados: Rui e Tiago
Treinador: José Godinho

 

Ação disciplinar
Amarelos:
Carlos Lima 31’, Rola 44’, Will 73’ e Abel 89’ (Pampilhosense).

 

Golos:
Seco 49’ e Dias 92’ (Pampilhosense); Joary 40’ e Graça 80’ (Naval 1893).

Pampilhosense - Naval 1893 29ªJ DH 12-05-19 2.JPG

 

Em tarde quente na Pampilhosa da Serra a equipa do Pampilhosense despedia-se, em casa, dos seus adeptos com um desafio frente à Naval 1893, em que precisava de vencer para segurar o terceiro lugar. Já o conjunto da Figueira da Foz, com a classificação mais ou menos definida, vinha jogar com toda a tranquilidade e discutir o triunfo.

Pampilhosense - Naval 1893 29ªJ DH 12-05-19 3.JPG

 

A equipa serrana desde cedo começou a tomar as rédeas no desafio, embora sem conseguir criar situações de golo. A primeira ocasião surgiu, apenas, aos 32’, com Dias a aproveitar uma oferta de um defesa e, completamente isolado, a “embrulhar-se” com o guardião visitante e a não aproveitar a flagrante oportunidade. A equipa serrana não marcou e foi a Naval 1893 que, à passagem dos 40’, vai chegar à vantagem, depois de um pontapé de baliza largo, com Fred a ganhar com uma infração e isolar Joary que não perdoou. A equipa do Pampilhosense ainda reagiu sobre o apito final do primeiro tempo, com Ronaldo a cobrar um livre direto e obrigar Vasco Guimarães a defesa apertada, na recarga Carlos Lima permitiu nova intervenção ao guardião visitante.

Pampilhosense - Naval 1893 29ªJ DH 12-05-19 4.JPG

 

Na segunda metade a equipa pampilhosense entrou a "todo o gás" e o empate surge aos 49’, depois de um cruzamento largo de Ronaldo e Seco a concluir muito bem de cabeça. Pouco depois, aos 54’, a cambalhota no marcador fica perto de acontecer, com seco a cruzar à medida para Dias cabecear ao poste da baliza. Os serranos mantiveram a mesma toada e, aos 72’, Abel cruzou bem para Dias desviar ao primeiro poste com muito perigo. Mas, numa fase em que o jogo já estava mais equilibrado, os homens da Figueira da Foz vão sair de forma rápida para o ataque, aos 80’, com Graça a tabelar com um companheiro para surgir isolado a bater Kiko. O Pampilhosense voltou a reagir, Dias na pequena área, aos 83’, tem tudo para fazer o empate num remate que saiu por cima da trave. Até que aos 92’ Kiko Dias cruzou com perícia e Dias, de cabeça, desta vez não perdoou e estabeleceu o resultado final em 2-2.

Pampilhosense - Naval 1893 29ªJ DH 12-05-19 5.JPG

 

No geral a equipa Pampilhosense foi melhor que a Naval 1893. Mas o conjunto que viajou desde da Figueira da Foz fez pela vida e aproveitou, e bem, as oportunidades e os erros pampilhosenses. Os serranos acabaram por ter mais ocasiões, concretizaram duas delas, mas não foi o suficiente para somar os três pontos que garantiriam o terceiro lugar. Assim, na ultima jornada, o Pampilhosense terá de vencer na Tocha se quiser segurar o ultimo lugar no pódio.

 

Arbitragem arrogante e fraca de Joel Pacheco que apitou, pela segunda semana consecutiva, a Naval 1893! Para além de outros erros, o maior foi ao não assinalar uma infração clara no lance que resultou o primeiro golo da Naval 1893. Teve influência no resultado!

 

A uma jornada do final já temos campeão. O Condeixa, beneficiando do empate do Sourense, sagou-se campeão! Parabéns à equipa de Condeixa pelo titulo alcançado.

 

Resultados:
Brasfemes 1-2 Tocha
Fatia e Freire (UDT)

 

Condeixa 2-0 Académica SF
Rui Pereira (2)

 

Lagares da Beira 1-2 Eirense
;Marques (2) (UCE)

 

Pampilhosense 2-2 Naval 1893
Seco e Dias (GDP); Joary e Graça (Nav)

 

Vigor Mocidade 4-0 Carapinheirense
Marcos, Estanqueiro, Diogo Batista e Zé Marques

 

Marialvas 2-0 Penelense
João Maia e Didi

 

União FC 2-1 Tourizense
Silva (2) (UFC); Jessi (GDT)

 

Ançã FC 2-2 Sourense
Batista e Valter Silva (AFC); Rui Miguel e Mário Brito (GDS)

 

Classificação:

Class 29ªJ DH 12-05-19.jpg

 

Ultima Jornada:
Académica SF – Brasfemes
Eirense – Condeixa
Sourense – Lagares da Beira
Tocha – Pampilhosense
Naval 1893 – Vigor Mocidade
Tourizense – Marialvas
Carapinheirense – União FC
Penelense – Ançã FC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:22

FUTSAL - PERSISTÊNCIA QUE FAZ ACREDITAR

por ultraserranos4605, em 13.05.19

DOMUS NOSTRA - PAMPILHOSENSE

Domus Nostra - Pampilhosense meia final playoff ap

 

Meias Finais do Apu. de Campeão de Futsal AFC – Jogo 1
Pavilhão Gimnodesportivo de Portomar
Ao intervalo: 1-0


Pampilhosense:
Dani Silva, João Coelho, Parrança, Diogo Tomás e Nando Lara.
Suplentes utilizados: Ferreira, Tiago Coelho, Alberto Silva e Miranda.
Treinador: Nuno Pestana

 

Golos: Parrança, Diogo Tomás e João Coelho
Penaltis: Parrança, Alberto Silva e Diogo Tomás

 

Num terreno muito difícil, frente ao vencedor da fase regular do campeonato, o Pampilhosense aspirava a um bom resultado neste primeiro jogo do playoff, e trazer para sua casa uma decisão a seu favor.

Domus Nostra - Pampilhosense meia final playoff ap

 

A equipa de Domus Nostra, a jogar perante os seus adeptos, não queria desperdiçar o “fator casa” e entrar a vencer no playoff. Mas a turma serrana também ambicionava entrar com o pé direito! Com ambas as equipas a quererem vencer, assistiu-se a um desafio muito equilibrado, com a equipa da casa a sair na frente do marcado. Os serranos responderam e Parranaça, de penalti, repôs a igualdade. E a cambalhota no marcador podia ter acontecido para o Pampilhosense antes do intervalo, mas os visitantes desperdiçaram dois livres diretos.

 

Na segunda metade os homens da casa entram melhor e marcaram por duas ocasiões, colocando o placar em 3-1. As coisas pareciam complicar-se para o Pampilhosense, e o cenário ainda piorou depois da expulsão de Dani Silva, mas o Domus Nostra não aproveitou esse fator. A equipa serrana cresceu, arriscou e acreditou, e foi em busca de contrariar o adversário. E foi numa fase em que o Pampilhosense já explorava o 5x4 que Diogo Tomás reduz e faz acreditar ainda mais o Pampilhosense. Pouco depois, João Coelho confirmou a excelente reação pampilhosense ao marcar e colocar o desafio empatado. E foi com uma igualdade a três golos que se chegou ao final do jogo, sendo necessário recorrer as grandes penalidades para se encontrar o vencedor.

 

Na marcação das grandes penalidades o Pampilhosense foi mais competente e venceu por 3-2, com golos de Parrança, Alberto Silva e Diogo Tomás. Ferreira defendeu a ultima penalidade do Domus Nostra!

 

Num jogo equilibrado a equipa serrana nunca baixou os braços e acreditou, desde inicio, que poderia conseguir um resultado positivo. As grandes penalidades acabaram por premiar a maior coragem pampilhosense, que assim consegue uma importante vantagem nesta fase. Na próxima sexta-feira a equipa do Pampilhosense tem a possibilidade de, em sua casa, carimbar uma fantástica passagem à final!

 

Resultados:
Domus Nostra 3-3 (2-3GP) Pampilhosense
São João Sub23 9-1 U. Chelo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:55

PAMPILHOSENSE ASSINALA DIA DA MÃE

por ultraserranos4605, em 09.05.19

O Pampilhosense não deixou passar em branco o Dia da Mãe, e as equipas de formação assinalaram a data de uma forma muito especial. Durante esta semana os treinos de benjamins, traquinas e petizes, contaram com participações muito particulares: as mães foram dar uma motivação extra aos seus pequenos. Já as crianças, ficaram deliciadas com as qualidades futebolísticas das suas maiores fãs!

Dia da mãe 2019 1.jpg

dia da mãe 2019 2.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15


. ............ . . .

.