Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mostra a Tua Alma Serrana!


PAMPILHOSENSE - ANÇÃ FC

 

 

5ª Jornada da Divisão de Honra da AF Coimbra

Estádio: Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: Cerca de 170 espectadores

Árbitro: Luís Oliveira

Assistentes: Jorge Coelho e Berto Correia

Resultado ao intervalo: 1-1

 

Pampilhosense:

Tiburcio, Marco Paiva, Pepe, Quirino, Samuel Almeida (Marco Alegre 78m), Carocho, Cigas, Tantan (Galego 45m), David Lopes, David Gonçalves e Rabeca (Samuel Garrido 58m).

Suplentes: Fernando, Marco Alegre, Samuel Garrido, Pedro Barata, Galego, Jorge Silva e Figueiredo.

Treinador: Bruno Ferreira

 

Ançã FC:

Vítor Martins, David Matado, Quim, João Catarino, João Miguel, Filipe Dinis (Daniel Soares 45m), Luís André, Ricardo Costa (Pedro Catarino 71m), Agostinho (João Pinto 62m), Rodrigo e Rui Jorge.

Suplentes: João Malva, Rui Lopes, Luís Cortesão, Pedro Catarino, Daniel Soares, João Pinto e Hendy.

Treinador: Paulo Taraio

 

Golos: David Lopes 18m (GDP); Rui Jorge 45m, Pedro Catarino 75m (AFC)

 

Depois de uma derrota difícil de digerir na jornada passada, a primeira da temporada, o Pampilhosense recebeu o Ançã FC com o pensamento de regressar aos triunfos ou, na pior das hipóteses, somar no mínimo um ponto. Já o conjunto que viajou de Cantanhede, o Ançã FC, embalado pela goleada alcançada na jornada anterior, vinha a Pampilhosa da Serra só com o pensamento na vitória, o que colocaria a equipa próxima do topo da classificação e em sintonia com os seus objectivos, o título.

 

Os primeiros minutos do desafio foram de estudo mútuo das equipas. Mas aos poucos o Pampilhosense começou a desenvencilhar-se da teia montada pela equipa visitante sobre a zona central do terreno, começando a surgir lances de perigo junto da baliza à guarda de Vítor Martins. A primeira ocasião de golo surgiu de bola parada, pelos pés de David Lopes que fez a bola roçar na trave da baliza do Ançã FC, a resposta visitante foi imediata com um cruzamento caprichoso a que valeu Tiburcio a mostrar atenção ao enviar a bola pela linha final. O jogo estava animado e aos 18m o Pampilhosense, numa boa jogada colectiva, vai se adiantar no marcador. A parte final da construção atacante tem uma dominação comum, David, o Gonçalves conduz e serve de bandeja o Lopes que à saída do guarda-redes contrário remata cruzado para o fundo das redes. Mesmo em vantagem a equipa serrana manteve a mesma toada atacante, sem que o Ançã FC esboça-se grande resposta. Cigas falha por pouco o 2-0 depois de, a boca da baliza, não conseguir concluir, de cabaça, o cruzamento da direita. Pouco depois, aos 34m, é David Lopes que fica perto de bisar na sequência de um pontapé de canto, ao fazer a bola tirar tinta do poste esquerdo da baliza do “ferryaço”. O intervalo aproximava-se não se prevendo alterações no marcador, pois o Pampilhosense controlava o desafio, até que, aos 45m, num pontapé cumprido do guardião Vítor Martins Rui Jorge ganha o esférico na esquerda, enquadra-se com a baliza serrana e desfere um remate colocado com a bola a entrar no canto superior esquerdo da baliza de Tiburcio. O Ançã FC alcançava a igualdade num magnífico pontapé do seu avançado, mesmo sobre o término da primeira metade.

 

Na segunda metade foi o conjunto do concelho de Cantanhede que, talvez motivado pelo golo antes do descanso, começou por criar alguns problemas no interior da grande área serrana. Por duas ocasiões os avançados visitantes surgiram em boa posição, mas os remates saírem com pouca precisão e permitiram defesas atentas do guarda-redes da casa. Aos poucos o Pampilhosense melhorou e voltou a criar perigo junto da baliza contrária, David Lopes e David Gonçalves, a meio do segundo tempo, tem o esférico à sua mercê, mas os dois jogadores embrulham-se no meio da confusão e perdem uma boa ocasião para chegar ao golo. De seguida, aos 25m, Samuel Garrido, na sua estreia com a camisola do GDP, tem um cabeceamento que leva o público presente gritar o golo, mas a bola sai pela linha final! O Pampilhosense parecia ser a equipa que estava mais perto do golo, mas os “verdes e brancos” já tinham demonstrado que conseguiam criar jogadas e perigo suficiente para se colocarem na posição de vencedores. Foi o que aconteceu aos 75m, na marcação de um pontapé de canto e depois de um desvio ao primeiro poste, o recem entrado Pedro Catarino fez de peito o 2-1 para gáudio do muito público presente afecto ao “ferryaço”. A partir daqui o conjunto da casa tentou ainda alcançar a igualdade, e foram várias as vezes que a bola rondou a baliza dos visitantes, mas o Ançã FC com maior ou menor dificuldade conseguiu segurar a vantagem no marcador e arrecadar os três pontos na sua bagagem de regresso.

 

Se na primeira metade a equipa serrana esteve melhor que o adversário, já na segunda quebrou um pouco, aproveitando o Ançã FC que de forma calculista chegou a vitória. Em resumo, assistiu-se a 90m minutos em que as equipas se equilibraram, e a divisão de pontos seria o resultado mais condizente com o que aconteceu sobre o terreno de jogo.

 

O trio de arbitragem cometeu alguns erros, pequenos erros mas que reflectem alguma falta de atenção com que os lances foram abordados.

 

Alguns momentos da partida em Video:

 

 

 

Resultados:

Académica/SF 1 - 0 Touring
 Vinhas

 

Atl. Arganil 1 - 1 Eirense
Rui (UCE); Miguel (AAA)

 

Tabuense 1 - 2 Carapinheirense
Ricky (GDT); Seidy e Tibério (Car.)

 

Marialvas 0 - 0 Febres

 

Gândara 0 - 3 Penela

Xhevat, Comboio e Filipe Pita

 

Vigor e Mocidade 4 - 2 Vinha da Rainha
Tiago Sobreiro (2), Telmo e Tenente (Vig);  Jó e André Félix (VR)

 

Pampilhosense 1 - 2 Ança
David Lopes (GDP); Rui Jorge e Pedro Catarino (Ança)

 

Classificação:

 

Próxima Jornada:

Touring – Pampilhosense

EIrense – Académica SF

Carapinheirense – Atl. Arganil

Febres – Tabuense

Penelense – Marialvas

Vinha da Rainha – Gândara

Ançã FC – Vigor e Mocidade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36


. ............ . . .

.