Força GDP... És Tu a Nossa Alma Serrana... ultraserranos4605@sapo.pt

Sábado, 15 de Abril de 2017

SONHO DESMORONOU EM 15 MINUTOS FATAIS

PAMPILHOSENSE - OLIV. HOSPITAL

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Meia-Final da Taça AF Coimbra

Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra

Assistência: cerca de 400 espectadores

Árbitro: Vítor Mendonça

Assistentes: Renato Carvalho e Eduardo Alves

Ao intervalo: 0-3

 

Pampilhosense:

Cédric, Galego (Rabeca 68’), Renato, Ronaldo, Flávio Salgado, Matos (Vlad 20’), Will, Miguel Barreto, Normando (Gravata 20’), Ratana e Ricky.

Suplentes não utilizados: Pedro Mano, Cristiano, Magalhães e Bába.

Treinador: Carlos Alegre

 

Oliv. Hospital:

Filipe Fajarni, Romário (Tiago Dias 68’), Daniel Gonçalves, Pedro André (Joel Figueiredo 61’), Diogo Barreto, Patrick (David 84’), Ailton, Rui Pereira, Ricardo Delgado, Glauber e Luís Martins.

Suplentes não utilizados: Pedro Gonçalves, João Fialho, João Costa e Luã.

Treinador: Cláudio Garcia

 

Ação Disciplinar:

Amarelos: Ricky 28’ e Gravata 20’ (Pampilhosense); Filipe Fajarni 13’, Romário 38’, Luís Martins 48’ e Diogo Barreto 58’ (Oliv. Hospital).

 

Golos: Ratana 75’ gp (Pampilhosense); Patrick 4’ e 15’, Ricardo Delgado 5’ e 84’ (Oliv. Hospital).

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Pampilhosense e Oliv. Hospital discutiam um lugar na final da Taça, em tarde primaveril perante muito publico a assistir. As duas equipas já se tinham defrontado no domingo passado em jogo a contar para o campeonato, onde os de Oliv. Hospital venceram por 4-1. Agora os serranos queriam surpreender e, perante os seus adeptos, chegar à desejada final na terceira tentativa das últimas quatro épocas.

 

Antes do início do jogo foi respeitado um minuto de silêncio, como forma de homenagem a um dos adeptos mais carismáticos deste clube, também pai do treinador Carlos Alegre, que deixou o mundo dos vivos no decorrer desta semana.

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

E a equipa de Oliv. Hospital, tal como já tinha acontecido no passado domingo, entrou muito forte e aproveitou, e de que forma, os vários erros defensivos que o Pampilhosense cometeu e que nem tem acontecido ao longo da época. Aos 15’ já o Oliv. Hospital vencia por 3-0, resultantes de jogadas muito idênticas, a explorar a velocidade da linha avançado. O primeiro surgiu logo aos 4’, com Rui Pereira a desmarcar Patrick que ganhou em velocidade e bateu o guardião Cédric. No minuto seguinte novo golo para os forasteiros, Rui Pereira correu em grande velocidade pela esquerda e ofereceu o golo a Ricardo Delgado que só teve que encostar. O Pampilhosense ainda esboçou uma tímida reacção, através de um cabeceamento de Ratana no desvio a um livre, mas foi o Oliv. Hospital a voltar a festejar. Aos 15’, em jogada idêntica ao segundo golo, Rui Pereira fugiu em velocidade pela esquerda e cruzou para a pequena área onde surgiu Patrick a fazer um golo fácil. Aos 15’ Os forasteiros já tinham construído uma vantagem confortável e o Pampilhosense tardava em responder. Só a partir dos 20’ se assistiu a uma resposta por parte dos da casa, que podiam ter reduzido antes do intervalo. Aos 22’ Galego cruzou da direita e Ratana surgiu solto ao segundo poste a cabecear com muito perigo. Aos 39’ foi a vez de Ronaldo que de livre directo rematou para uma excelente intervenção do guardião Filipe Fajarni. Na sequência do pontapé de canto, Ronaldo rematou directo mas o guardião visitante voltou a negar o golo. Ao cair do pano do primeiro tempo, aos 45’, Filipe Fajarno volta a estar em evidência ao negar o golo a Gravata que atirou directo um livre lateral.

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Na segunda metade o Pampilhosense até entrou bem, Flávio Salgado cruzou da esquerda e Galego rematou para uma defesa difícil de Filipe Fajarni. O Pampilhosense queria reduzir para entrar na discussão do jogo e, aos 61’, voltou a estar perto, depois de Ratana servir Ricky e este a tirar um adversário do caminho e rematar as malhas laterais da baliza. Depois Romário, aos 68’, tem um choque com o seu guarda-redes e fica muito mal tratado, obrigando o jogo a uma paragem de 23’, em que foi necessário chamar uma ambulância para socorrer o jogador de Oliv. Hospital. Esta foi uma paragem que espevitou o Pampilhosense porque, pouco depois do reatamento, aos 74’, Vlad é derrubado em falta no interior da grande área por Tiago Dias e assinalado pontapé de penalti que Ratana não desperdiçou. Os da casa arriscaram tudo no ataque ainda na esperança de forçar outro resultado, e com isso o Oliv. Hospital aproveitou para voltar a importunar Cédric que, aos 80’, tem uma boa defesa a remate do meio da rua de Diogo Barreto. Até que, aos 84’, numa rápida jogada de ataque David cruzou atrasado e Ricardo Delgado rematou para o 4-1 final. Até final a equipa da casa não deitou a toalha ao chão, mais do que com o coração do que com a cabeça, através de um futebol mais directo, bem tentou reduzir a desvantagem, mas de forma ineficaz.

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Entrou muito mal no encontro a equipa pampilhosense. E o Oliv. Hospital aproveitou a apatia e nervosismo contrário para, ao entrar muito forte, resolver a questão o mais cedo possível. E foi isso que aconteceu ao marcar por três ocasiões no primeiro quarto de hora. A equipa serrana respondeu depois disso, criou algumas situações para marcar, mas o golo que daria esperanças tardou em chegar, também por culpa de um guardião oliveirense inspirado. Na segunda metade os da casa arriscaram tudo, ainda conseguiram reduzir, mas já tarde para conseguir outro resultado. O Oliv. Hospital venceu com inteira justiça, foi a melhor equipa, mas talvez por números demasiado exagerados.

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Excelente arbitragem da equipa liderada por Vítor Mendonça num jogo nem sempre fácil.

 

Pampilhosense - Oliv. Hospital meias finais taça

 

Como nota final, a equipa do Pampilhosense agradece o apoio do muito público que se deslocou ao Estádio Municipal de Pampilhosa da Serra e que, ao longo de todo o desafio, se manifestou intensamente no apoio à equipa. Infelizmente não foi possível retribuir com uma vitória como era merecido.

 

publicado por ultraserranos4605 às 10:17
link do post | comentar | favorito
|

.Pesquisar neste blog

 
. ............ . . .

.

AGENDA SEMANAL:

Domingo Dia 15/10

Séniores

4ª Jornada da Divisão Honra AFC - 15h

Oliv. Hospital

VS

Pampilhosense

Estádio Mun. Oliv. Hospital

--------------

Sábado Dia 14/10

Juniores

2ª Jorn. Camp. Série A AFC - 15h

Pampilhosense

vs

Penelense

Estádio Mun. Pamp. Serra

.LIGAÇÕES - PLANTEL 15/16 E VIDEOS

.

  

.

  

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Artigos Recentes

. ANTEVISÃO DA JORNADA PAMP...

. FORMAÇÃO PAMPILHOSENSE - ...

. FALTOU COMPETÊNCIA PRIMEI...

. ANTEVISÃO DA JORNADA PAMP...

. CAMPEONATO DE JUNIORES AR...

. SEGUNDA VITÓRIA CONSECUTI...

. ANTEVISÃO DA JORNADA

. CURICA DECIDIU COM HATTRI...

. ANTEVISÃO DA JORNADA PAMP...

. PAMPILHOSENSE PRONTO PARA...

.Arquivos

.tags

. formação pampilhosense

. notícias da semana

. antevisão da jornada

. pampilhosense 13/14

. pampilhosense 10/11

. pampilhosense 16/17

. pampilhosense 15/16

. pampilhosense 11/12

. pampilhosense 08/09

. pampilhosense 14/15

. pampilhosense 09/10

. pampilhosense

. pampilhosense 12/13

. taça afc

. artigo de opinião

. divisao honra 13/14

. divisao honra 15/16

. divisao honra 14/15

. divisao honra 16/17

. 1ª divisão serie a 08/09

. todas as tags

.Links

.CANTINHO DAS RECORDAÇÕES

 

 

 

    CANTICOS DOS ULTRA

.

 

 

Estou no Blog.com.pt

.

 

eXTReMe Tracker eXTReMe Tracker simple hit counter

.subscrever feeds